Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Hover Effects

TRUE
{fbt_classic_header}

Header Ad


Últimas Notícias:

latest

Ads Place

Sistema financeiro único mundial

Chega ser maçante falar sempre do mesmo assunto, mas eu não poderia deixar de lembrar os irmãos sobre tais acontecimentos que ganharão muita...



Chega ser maçante falar sempre do mesmo assunto, mas eu não poderia deixar de lembrar os irmãos sobre tais acontecimentos que ganharão muita notoriedade nos dias atuais.

A Bíblia nos dá um sinal de que a marca da besta, descrita no livro de Apocalipse cap. 13, é na verdade um mecanismo de controle financeiro, dirigido por uma única instituição, e que possivelmente será controlado por uma pessoa, com foco principal em controlar todos os bens de todas as pessoas em todo o mundo.

Você pode não acreditar nessa verdade, mas é o que de fato irá acontecer, e a bíblia não nos dá dúvidas quanto a isso.

"Ninguém poderá comprar ou vender'', esse é o legado da marca da besta, é para isso que tal marca virá sobre os homens que estiverem aqui neste tempo. Mas de fato, o que será tal marca?

Muito se especula sobre o assunto, alguns dizem ser um microchip, outros que seja uma tatuagem transparente, e outros que acreditam que seja um código de barras tatuado na testa ou na mão direita. Mas o que de fato será tal marca? 

Bom, confesso que pode ser qualquer uma das opções acima, contanto que o mecanismo cumpra o que está mencionado na Bíblia, que é um aparato que permitirá à besta controlar a finança de todos os homens não importando classe social ou posição. 

A Bíblia deixa isso bem claro: "E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas...'' Apocalipse 13:16

Esta marca abrangerá toda a população mundial, e quem não quiser utilizá-la sofrerá duras consequências, como até a morte.

Muitos passarão fome e necessidades nesse tempo, terão bens, dinheiro e posses, mas não poderão ter acesso porque não terão a marca. Estes possivelmente serão cristãos, que negarão tal sinal.

Nos resta ficarmos atentos quanto a estes sinais, para que não sejamos pegos de surpresa. 

Em breve continuaremos abrangendo esse assunto tão extenso que não pode ser tratado inteiramente em um mero texto.

Um abraço.

Cezar Scholze