Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Hover Effects

TRUE
{fbt_classic_header}

Header Ad


Últimas Notícias:

latest

Ads Place

Dízimo: É para o cristão ou não?

CRISTO veio para quebrar a obrigatoriedade do seu povo, ELE veio para que o povo tivesse liberdade e essa é uma delas; a liberdade de contri...

CRISTO veio para quebrar a obrigatoriedade do seu povo, ELE veio para que o povo tivesse liberdade e essa é uma delas; a liberdade de contribuir.

Ora, no tempo dos judeus, quando DEUS pediu-lhes o dízimo, que não era dinheiro e sim suprimentos, designou que tal obrigatoriedade fosse destinada à um povo específico, que eram os da tribo de Levi, que guardavam e administravam o tabernáculo.

Nos dias de hoje DEUS não obriga ninguém a lhe devolver nada, e em nenhum trecho bíblico você verá JESUS ensinando a "DEVOLVER'' o dízimo, muito pelo contrário, O FILHO DO HOMEM não tinha onde reclinar a cabeça, e essa é uma grande verdade.

No ministério de JESUS, os apóstolos recebiam "ofertas voluntárias'', para que eles se mantivessem nas missões de pregar o evangelho. JESUS não ensinou e nem obrigava seus seguidores a lhes dar dízimos ou ofertas, porém, as ofertas vinham por livre e espontânea vontade.

Hoje eu vejo inúmeros pastores constrangendo as ovelhas, como se elas fossem obrigadas a DEVOLVER o dízimo, o que é uma coisa totalmente contrária do que JESUS e seus apóstolos ensinavam. 

Paulo mostrou claramente como funcionava isso:

Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 2 Coríntios 9:7

Você não achará qualquer parágrafo onde relata que alguém entregou o dízimo a JESUS ou aos seus apóstolos de maneira obrigatória. Tipo: Se não der o dízimo você é avarento, mal, não receberá bençãos.

Mas o que acontece hoje para muitos pastores constrangerem seus fieis a "DEVOLVEREM'' o dízimo?

Acontece que JESUS não mandou construírem templos suntuosos, que JESUS não mandou criarem um mecanismo religioso e mesmo assim o fizeram, e para manterem este status religioso é necessário dizer aos fiéis que o dízimo ainda é obrigatório. E se não dão o dízimo? Bom, tais pastores dizem que o gafanhoto devorador levará seu dinheiro, que sua vida financeira não será boa, que você não será abençoado, que é isso ou aquilo; tudo para amedrontar o povo a dar sem pestanejar.

Na verdade, JESUS veio para livrar seu povo das obrigações religiosas lhes dando a liberdade de contribuir segundo proposto no seu coração, mas em contrapartida, vêm pastores mal intencionados imputando obrigações religiosas ao povo de DEUS.

Bom, caro leitor, também tenho que concordar que devemos contribuir segundo proposto em nosso coração, e com alegria, não por obrigação, mas contribuir de forma generosa para que a obra se espalhe e alcance mais almas para o reino de DEUS.

Devemos ajudar principalmente nas obras missionárias, como também pessoas necessitadas, enfermos e pessoas que perderam os pais, e também mulheres que ficaram viúvas.

Quando alimentamos um sistema religioso que tende à corrupção, não contribuímos em nada para o reino de DEUS, mas apenas para o enriquecimento de quem não possui qualquer temor ao SENHOR e sua obra.

Portanto, se seu pastor vive de dizer que você deve devolver o dízimo, que se você não der não será abençoado, não leve isso para seu coração, porque é cultura do medo, e toda cultura do medo não é oriunda da liberdade através da graça que CRISTO nos deu.

Cezar Scholze