Page Nav

HIDE

Classic Header

{fbt_classic_header}

ÚLTIMAS:

latest

Mãe quer transformar menino em menina, mas tribunal não deixa

O caso atípico envolvendo um menino, em Dallas, no Texas, teve um desfecho contrário à vontade da mãe que queria o transformar em menin...


O caso atípico envolvendo um menino, em Dallas, no Texas, teve um desfecho contrário à vontade da mãe que queria o transformar em menina.

A juíza juíza Mary Brown, confirmou uma decisão anterior do tribunal que fez os pais de ambos os meninos ter tutela conjunta sobre ele. Ela não apenas negou o pedido de Anne Georgulas de que o caso fosse revertido para uma decisão do júri de outubro que provavelmente resultaria na concessão exclusiva dela como a única a ter tutela sobre o menino, como também fez uma ordem oficial de que ambos os pais tenham tutela conjunta.

Em um caso que recebeu atenção nacional, mãe e pai brigaram pela custódia de seus dois filhos gêmeos. O pai, Jeffery Younger, argumentou que ele precisava de autoridade na tomada de decisões médicas para os meninos, já que a mãe, Dra. Anne Georgulas, havia matriculado um dos meninos de 7 anos na escola com o nome "Luna" e registros médicos indicavam que a mãe estava buscando uma "transição" médica de gênero para o menino.
A mãe queria tomar todas as decisões sozinha sobre os meninos sozinha sem ter de consultar o pai dos meninos. No entanto, a juíza em 24 de outubro, emitiu seu parecer determinando que ambos os pais decidissem sobre as questões dos filhos. Além disso, a juíza determinou a guarda compartilhada em 50%, ou seja, os pais terão direitos iguais sobre a guarda dos filhos.

O advogado da mãe está recorrendo da decisão, e essa briga judicial certamente irá se estender por um longo período.

Fonte: Lifesite News