Delegado recebe denúncia de que Deputado Federal se reuniu com esfaqueador de Bolsonaro

Nenhum comentário

Por Cezar Scholze

Segundo o Delegado Fernando Francischini, Adelio, o homem que tentou assassinar Bolsonaro, entrou dia (6) de agosto de 2013 para uma reunião com um Deputado Federal dentro da câmara dos Deputados.

Agora o Delegado afirma que estão requerendo junto ao Presidente da Câmara, descobrir quem é o Deputado que recebeu Adelio nesta data.

"Adelio Bispo de Oliveira entrou pela portaria do anexo 4 na câmara dos Deputados, e foi no anexo 4 onde é gabinete só de Deputados Federais, ter uma reunião com um Deputado Federal'', disse o delegado.

Segundo o Delegado, ele está requerendo junto ao Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a informação de quem é o Deputado Federal que recebeu Adélio no dia 6 de agosto de 2013.

O Delegado Fernando Francischini chegou a cogitar a possibilidade de que o sistema de câmeras do anexo 4 pode ter captado as imagens do encontro entre Adelio e o "Deputado misterioso''.

A pretensão do Delegado, é de analisar quem foram os doutrinadores de Adelio, e com quem Adelio teria contato dentro da câmara dos Deputados quando ainda era ligado ao PSOL.

Francischini quer saber quem eram os vínculos partidários de Adelio, e qual era sua posição politico-partidária quando era ligado ao PSOL.

Algumas pessoas ligadas ao judiciário, especialistas em direito, cogitam às evidências em que apontam que Adelio não teria agido por livre e espontânea vontade. Eles acreditam que Adelio teria sido mandado por alguém, e que o possível mandatário estaria pretendendo interromper a candidatura de Jair Bolsonaro.

Agora quem estaria interessado em barrar o candidato que está liderando isolado nas pesquisas, ninguém sabe.

A Polícia Federal ainda está investigando o caso, segundo o portal Uol, sua principal linha de investigação é que Adelio teria agido sozinho, entretanto outras possibilidades não foram descartadas.

Acompanhe o vídeo na íntegra, onde o Delegado Francischini expõe tais fatos, e diz que irá procurar respostas utilizando as câmeras de segurança do anexo 4 da câmara dos Deputados:

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS