Brasil: O país que massacra e trata o cidadão como escravo

Nenhum comentário

(O CORREIO DE DEUS) - O brasileiro em todo o mundo, é o povo mais massacrado e vilipendiado pelo próprio governo. Além de pagar impostos abusivos, ainda tem a liberdade de se manifestar cassada por políticos ditadores - crias do comunismo - e totalitários.

Isso é o que aponta um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Segundo o instituto, em 2016 o brasileiro terá que trabalhar 153 dias, o que equivale a cinco meses e um dia, apenas para pagar impostos. Em 2014 e 2015, foram 151 dias.

Só em 2017 o brasileiro teve que trabalhar 123 dias do ano paga pagar impostos, o que acaba se tornando semelhante aos tempos de escravidão, pois para que o brasileiro se "iguale totalmente'' ao tempo da escravidão, existem seis meses que os separam disso.

Há muitos céticos quanto aos ensinamentos da Bíblia, porém, eu como cristão devo lhes mostrar a precisão com que Salomão narra esse contexto desastroso para a sociedade:
Quando os justos governam, o povo se alegra, mas quando o ímpio domina, o povo geme. (Provérbios 29:2)
Esta é a realidade dolorosa que o brasileiro têm sofrido, eles gemem de angústia e sofrimento devido as altas cargas lhes imputadas sobre as costas. Porém, o brasileiro por ser acomodado, acaba que aceita a tirania do governo, e o que era para ser diferente em nosso país, se tornou crônico devido a omissão do seu próprio povo.

A última do governo é a promessa de punir as pessoas que estão organizando paralisações em detrimento aos aumentos abusivos nos preços dos combustíveis. Ora, será que até o direito de protestar será tirado do brasileiro? É o que parece, e isso me assusta porque, esse é o último passo para se atingir o ápice de uma ditadura totalitária assim como é na Venezuela.

Que DEUS nos ajude!

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

SITE O CORREIO DE DEUS