Page Nav

HIDE

Classic Header

{fbt_classic_header}

Top Ad

ÚLTIMAS:

latest

4,2 milhões de americanos abandonam a Igreja Católica em protesto ao Papa Francisco

por Cezar Scholze (O CORREIO DE DEUS) - O mais alto escalão de sacerdotes católicos estão envolvidos em escândalos de pedofilia e abus...


por Cezar Scholze

(O CORREIO DE DEUS) - O mais alto escalão de sacerdotes católicos estão envolvidos em escândalos de pedofilia e abuso sexual infantil. Isso já não tem mais como esconder, nem dos fieis e nem tampouco da mídia.

Em detrimento aos escândalos, a popularidade do papa Francisco caiu drasticamente, e isso fez com que milhões de americanos abandonassem o catolicismo romano.

O que mais afetou a igreja na visão dos americanos, foi a postura "esquerdista'' do pontífice, onde muitos conservadores ficaram enfurecidos com diversas atitudes que o pontífice tomou em relação aos escândalos e demais assuntos políticos envolvendo a igreja.

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos, mostrou que após Francisco ter assumido a igreja romana, mais de 4 milhões de americanos abandonaram o catolicismo romano, o que significa uma queda drástica e considerável.

A pesquisa feita pela Gallop, descobriu uma queda considerável de fieis entre o "reinado'' de Bento XVI e Francisco.

Nos primeiros anos em que Bento assumiu a igreja, aproximadamente 45% dos católicos assistiam a missa regularmente, essa média caiu para 39% após Francisco assumir o pontificado.

Os católicos que passaram a desaprovar Francisco dobrou, de 4% em 2014 para 9% em 2018 o que significa um aumento significativo em desaprovação e impopularidade.

Já os católicos que passaram a considerar Francisco liberal demais, subiu de 19% em 2015 para 34% em 2018.

Acredita-se que além dos inúmeros escândalos de corrupção e abusos sexuais infantis, a postura "esquerdista'' de Francisco tenha colaborado para que seu pontificado seja mais rejeitado pelo seu próprio povo.