Nu do MAM e travesti profanando JESUS farão nova apresentação juntos no 27º festival de artes cênicas no Brasil, em Curitiba

Nenhum comentário

por Cezar Scholze

(O CORREIO DE DEUS) - Os artistas que passaram a ser conhecidos popularmente como o homem nu do MAM (Wagner Schwartz), a travesti que interpreta Jesus (Renata Carvalho), o homem nu da bolha (Maikon K) e a mãe que permitiu que sua filha tocasse o homem não estão contentes com o desfecho de suas recentes e catastróficas apresentações grotescas, eles pretendem trazer novamente suas peças ''teatrais'' e leva-las ao público no 27º festival de artes cênicas no Brasil, em Curitiba. 
Este evento tenta levar o público a aceitação de suas particularidades de pensamentos promíscuos, que visam deturpar a ordem natural da criação.

Na realidade, esse projeto torpe pretende levar a população brasileira ao ''modernismo'', e também levar a implantação do ''politicamente correto'', que impede que os conservadores exponham publicamente suas opiniões contrárias ao movimento LGBT. Segundo eles, aqueles que pregam uma opinião contrária a este modernismo LGBT, são preconceituosos e intolerantes. Ora, se a maioria não tolera esse tipo de deturpação da naturalidade, quem é a minoria para empurrar goela abaixo na maioria da sociedade, seus fetiches sexuais?

O idealizador e diretor do Festival de Curitiba, o produtor cultural Leandro Knopfholz diz - com com tom de indireta - que o Domínio público aceita tais apresentações, o que é uma grande mentira, haja visto que a grande maioria na época das apresentações, ficaram totalmente revoltados com o ocorrido.

Caberá ao poder Público investigar novamente tais apresentações e ver se isso pode ser considerado arte, e se pode ser exposto publicamente a nudez, que é proibido, veja:

ATO OBSCENO

Art. 233 do Código Penal- Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público:
Pena – detenção, de 3 meses a 1 ano, ou multa.
– ato obsceno: é o ato revestido de sexualidade e que fere o sentimento médio de pudor – ex.: exposição de órgãos sexuais, dos seios, das nádegas, prática de ato libidinoso em local público, micção voltada para a via pública com exposição do pênis, “trottoir” feito por travestis nus ou seminus nas ruas etc.
– lugar público: é o local acessível a número indefinido de pessoas – ex.: ruas, praças, parques etc.
– lugar aberto ao público: é o local onde qualquer pessoa pode entrar, ainda que sujeita a condições, como pagamento de ingresso – ex.: teatro, cinema, estádio de futebol etc; não haverá o crime se as pessoas pagam o ingresso justamente para ver show de sexo explícito.
– lugar exposto ao público: é um local privado, mas que pode ser visto por número indeterminado de pessoas que passem pelas proximidades – ex.: janela aberta, terraço, varanda, terreno baldio aberto, interior de automóvel etc.; se o agente só pode ser visto por vizinhos, Nélson Hungria entende não haver o crime.
– entende-se não haver crime se o ato é praticado em local escuro ou afastado, que não pode ser normalmente visto pelas pessoas.
– é autor indireto do crime, aquele que se utiliza de um inimputável para a prática do delito – ex.: homem que treina macaco para praticar o ato.
– palavras e gestos obscenos: não caracteriza este crime, mas pode configurar “crime contra a honra” ou a contravenção penal de “importunação ofensiva ao pudor”.
– sujeito passivo: a coletividade (diretamente) e a pessoa que presenciou o ato (eventualmente).
– o tipo não exige que o agente tenha finalidade erótica; o fato pode ter sido praticado por vingança, por brincadeira, por aposta etc.
– consumação: com a prática do ato, ainda que não seja presenciado por qualquer pessoa, mas desde que pudesse sê-lo, ou, ainda, quando o assistente não se sente ofendido.

Concluindo: não deixe que essas extremistas façam o showzinho delas na sua igreja ou na frente das suas crianças. Denuncie. Fonte: acidblacknerd

Para conhecimento. O que diz a Bíblia sobre oposição aos preceitos Bíblicos?

Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora.
Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco; mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós. (1 João 2:18,19)


Com informações de UOL

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

SITE O CORREIO DE DEUS