Caça israelense é derrubado durante operação na Síria

Nenhum comentário

F-16 participava de ataque contra alvos iranianos quando se deparou com fogo antiaéreo. Força Aérea israelense lançou 12 ataques após drone que partiu do território sírio violou espaço aéreo de país vizinho.

Militares observam destroços de aeronave israelense que caiu neste sábado.

Um avião militar israelense caiu neste sábado (10/02) durante uma operação militar na Síria. Segundo as Forças de Defesa de Israel, o F-16 enfrentou vários mísseis antiaéreos enquanto atacava alvos iranianos em reposta ao lançamento de um drone a partir do território sírio que invadiu o espaço aéreo israelense.

"As Forças de Defesa atingiram vários sistemas de controle iranianos na Síria que enviaram o drone ao espaço israelense. Forte fogo antiaéreo. Um F-16 caiu. Pilotos estão seguros. O Irã é responsável por essa grave violação da soberania israelense”, disse no Twitter o porta-voz das forças israelenses, Jonathan Conricus.

Não foi esclarecido se a aeronave chegou a ser atingida pelos misseis antiaéreos ou se caiu por alguma outra razão.

Segundo o governo israelense, o piloto do F-16 ejetou da aeronave e foi resgatado logo depois com ferimentos graves. O avião caiu sobre o Vale de Jezreel, no norte de Israel. O drone foi abatido e foi recolhido pelos israelenses.

Ainda de acordo com Israel, um total de 12 alvos na Síria foram atacados neste sábado em resposta ao episódio envolvendo o drone, incluindo três unidades de baterias antiáreas e quatro alvos militares iranianos.

Não é incomum que Israel ataque alvos na Síria – que enfrenta uma guerra civil desde 2011 –, especialmente alvos dos aliados iranianos do ditador Bashar al-Assad. No entanto, segundo o jornal Jerusalem Post, esta é a primeira vez que Israel admite oficialmente ter perdido uma avião em suas intervenções no conflito. A última que o país perdeu uma aeronave durante uma operação militar foi em 2006, quando um helicóptero foi abatido sobre o Líbano.

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Fonte: DW

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS