Ativistas gays ameaçam Samuel Mariano após pregação onde critica a ideologia de gênero

Nenhum comentário

O pastor e cantor evangélico Samuel Mariano veio a público denunciar o que parece ser uma tentativa de represália de ativistas gays contra ele. “Estamos sendo vitima de um ataque covarde e sem precedentes em nosso ministério”, escreveu ele em sua página no Facebook.

“Fazem 30 dias que estamos sendo ameaçados por um grupo de ativistas homossexuais, que desaprovaram minha ministração a que me referi sobre um famoso artista drag queen. Desde então, eles vem fazendo ameaça contra mim, minha família e ministério”, disse ele.

A ministração da qual Samuel Mariano se refere foi realizada na igreja Missionária o Bom Samaritano Cedro, em Pernambuco. Na ocasião, o cantor disse:

“Tem um cara aí que nasceu homem e virou mulher e virou cantora. Não canta nada que preste! E sinceramente, se ele fosse sobreviver de música teria fome. Existe uma força demoníaca querendo empurrar na gente que isso é o certo. O resultado disso é que ele ganhou o prêmio como melhor música e melhor cantor do ano”.

Desde então as ameaças teriam começado, através de fotos manipuladas com a intenção de denegrir a imagem de Samuel Mariano.

“Essa madrugada fomos surpreendidos ao saber que, várias montagens com meu rosto começaram a circular em grupos de Whatsapp”, escreveu ele, alegando que se trata de perseguição por amor ao nome de Jesus Cristo, mas que isso não lhe fará parar.

“…fico feliz em sofrer perseguição por amor ao nome de Cristo. Nada disso irá nos fazer parar, só servirá como combustível para aumentar a nossa fé”, destacou Mariano.

Samuel Mariano registra boletim de ocorrência e diz que a justiça será feita


O cantor procurou a polícia e registrou boletim de ocorrência sobre o caso, deixando claro que não apenas os que fizeram as montagens, mas também quem às compartilhou cometeram crime:

“A polícia já abriu um inquérito e está rastreando a origem dessas fotos, até chegar nos responsáveis, tanto quem criou como quem DIVULGOU COMETEM CRIME e a autoridade policial chegará nessas pessoas. Isso eles me garantiram”, escreveu ele.

Já no final da sua denúncia, Samuel Mariano disse que está em paz com a sua família, mas pediu para o público não compartilhar esse tipo de material. Ele pediu também orações, solidariedade e misericórdia diante dos fatos, deixando claro que a obra de Deus não irá parar e que os responsáveis pelos crimes serão punidos:

“Me cubram de oração, sejam misericordiosos neste momento, vamos bombardear o inferno e mostrar o que acontece com quem tenta fazer a obra de Deus parar”, disse ele.

Fonte: Gospel +

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS