Mortes por reação: Vacina contra febre amarela está matando mais do que prevenindo?

Nenhum comentário

por Cezar Scholze

(O CORREIO DE DEUS) - Uma jovem conhecida como Vitória Marina, após ser internada no Hospital Geral de Nova Iguaçu (Hospital da Posse), em estado gravíssimo, acabou não resistindo e veio à óbito nesta quinta-feira passada (25/01) devido a reação da vacina contra febre amarela. (Confira a notícia clicando aqui)
Esse não é um caso isolado, pois temos visto inúmeros casos de reações à vacina, o que tem causado óbitos.

A Revista Veja dia 19/01 noticiou que em SP foram registradas duas mortes por reação à vacina da febre amarela.

Uma das vítimas por reação à vacina foi uma idosa de 76 anos, moradora de Ibiúna, no interior de São Paulo, mas que foi transferida para a capital quando seu quadro se agravou. Por essa razão a morte está sendo contabilizada nos registros de São Paulo. A secretaria não divulgou detalhes sobre a outra vítima.

Seria a tal vacina uma roleta russa? 

Você toma o medicamento e espera se vai viver ou morrer? 

Quais são os parâmetros para se tomar a vacina? Se é que podemos tomá-la, pois devido a estes casos, já é duvidosa a eficácia de tal medicamento.

Em detrimento aos inúmeros casos de reação ao medicamento, resta saber se é viável tomá-la ou não. Ou, se o medicamento tem eficácia de fato ou não. 

E você?, tomaria, vai tomar, ou já tomou à vacina?

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS