Lei Marcial na América: Comissário pediu que a ONU enviasse tropas para Chicago

Nenhum comentário

O Comissário do Condado de Cook, Richard Boykin, se reuniu recentemente com o Secretário-Geral Adjunto das Nações Unidas, e durante a reunião pediu que o órgão do governo mundial enviasse tropas para as ruas de Chicago.

"Estamos indo para as Nações Unidas para se encontrar com o secretário-geral assistente para falar sobre a violência em Chicago, a violência armada em particular, o derramamento de sangue que está ocorrendo em muitas de nossas comunidades", disse Boykin em uma coletiva de imprensa antes a reunião.

Boykin então revelou incrivelmente que ele está realmente procurando que a polícia das Nações Unidas seja a polícia da população civil em Chicago.



"Espero atrair as Nações Unidas para que realmente cheguem a Chicago e encontrem as vítimas de violência e talvez possivelmente ajudem em termos de esforços de manutenção da paz", continuou Boykin.
Depois de ter sido perguntado por um repórter por que ele acredita que usar as tropas da ONU para conter a violência em vez da polícia americana atual seria uma boa idéia, Boykin revelou que ele na verdade quer que as tropas solicitadas se tornem essencialmente a polícia em Chicago.

"Eles conseguiram ajudar em lugares como a África, onde enviaram tropas, enviaram forças, ajudaram a proteger as populações minoritárias e vulneráveis, então eu acho que o mesmo pode ser feito aqui em Chicago", disse Boykin.

Enquanto os chamados ''teóricos da conspiração'' acreditavam há muito tempo que as forças globalistas acabariam por enviar as tropas das Nações Unidas às ruas da América, agora temos uma prova absoluta e 100% de que este é de fato o plano.

Os líderes liberais em Chicago estão agora planejando abertamente declarar a lei marcial, completando as tropas de choque da ONU nas ruas para policiar a população americana.

Entregue por The Daily Sheeple

Contribuição de Alex Thomas de The Daily Sheeple .

Traduzido e editado por Cezar Scholze

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS