Na semana da moda em Londres aconteceu um desfile satânico dentro de uma igreja

Nenhum comentário

Na semana da moda em Londres, houve um desfile com trajes que fazem alusão à Satanás.

Enquanto a estilista  Dilara Findikoglu é taxada de "rebelde do mundo da moda", ela cumpre perfeitamente seu papel na filosofia da indústria luciferiana. Ela não está se rebelando, ela apenas está fazendo exatamente o tipo de coisa que a elite globalista "quer" que ela faça.

Por esse motivo, celebridades como Rihanna, FKA Twigs e Grimes são vistos com as criações de Findikoglu.

Seu último show de moda apresentou o artista Brooke Candy ( seus vídeos estão cheios de imagens MK).


Brooke Candy caminha pela pista. 

Para este evento, a Igreja foi transformada em um templo oculto. Mais precisamente: uma loja maçônica.

O pano de fundo é basicamente um mish-mash de imagens de inspiração maçônica. De cada lado são os pilares maçônicos. Entre os pilares está a letra G dentro de um pentagrama invertido. 
Por baixo, se vê o olho de Hórus, ou melhor dizendo, o ''olho que tudo vê'' segundo a tradição maçônica, dentro de um hexagrama. 
Observamos também o piso quadriculado maçônico. Veja, aqui está uma pintura maçônica clássica para comparação.


Um gráfico emblemático maçônico.

Neste contexto fortemente oculto, os modelos estavam vestidos e dispostos com uma infinidade de símbolos. É claro que isso deve ser combinado com a agenda atual da androginia e a confusão dos gêneros.


Esta modelo está vestindo um vestido de noiva, completo com um véu branco. Em seu rosto é desenhado um sigilo.

Um sigilo é um símbolo inscrito ou pintado, considerado como tendo poder mágico. O termo geralmente se refere à assinatura pictórica de um demônio ou outra entidade e é usado na magia cerimonial. O sigilo particular na testa da modelo é bastante reminiscente para o Sigil de Lucifer.


Em suma, a modelo é basicamente uma "noiva de Satanás".


O artista de arrasto Violet Chachki usava uma roupa muito vermelha ... e dois chifres fazendo alusão ao Diabo. 

Detalhe: Isso está acontecendo dentro de uma igreja.

Historicamente, uma Missa Negra é um ritual caracterizado pela inversão da Missa latina tradicional celebrada pela Igreja Católica Romana e pela profanação de objetos cristãos para fins satânicos. O fato de que os modelos caminham em torno de uma Igreja usando chifres do Diabo, recorda o conceito de Missa Negra.

Observem agora diversas fotos tiradas do evento onde podemos observar diversas figuras satânicas e que fazem também menção a maçonaria.



Existe pode até existir alguma influência punk rock, mas na maior parte, há alguma influência no sinal de um olho (olho de Hórus).

À esquerda, é o símbolo do Skull & Bones - a sociedade secreta de elite.

Logotipo inicial do Skull & Bones.

Confira mais imagens:







Este desfile de moda é uma representação perfeita da mentalidade da indústria da moda hoje. Não se trata apenas de "roupas" ou "moda", trata-se de eventos ritualísticos, uma celebração artística da mentalidade satânica da elite oculta.

Ao caminhar com sigilos mágicos, símbolos ocultos e outros adereços ritualísticos em todo o corpo, os modelos são transformados em objetos magicamente carregados, transformando esse "desfile de moda" - que ocorreu dentro de uma Igreja - em um ritual satânico com alta potência mágica .

Traduzido e editado de Vigilant Citzen por Cezar Scholze

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS