Page Nav

HIDE

Classic Header

{fbt_classic_header}

ÚLTIMAS:

latest

Empresa implantará microchips em funcionários

Do tamanho de um grão de arroz, o chip será injetado entre o polegar e o dedo indicador, garantindo acesso ao escritório, à cafeteria, e...


Do tamanho de um grão de arroz, o chip será injetado entre o polegar e o dedo indicador, garantindo acesso ao escritório, à cafeteria, entre outros 

 A ideia é oferecer às pessoas a possibilidade de implantar chips que liberariam o acesso a portões e catracas, liberar o login em dispositivos como PCs e impressoras e até comprar snacks, tudo isso com a desculpa de que funcionários andam esquecendo crachás ou carteiras em casa, acabando assim com esse problema irrisório.

Como funciona?


Quem topar implantar o chip, que utiliza NFC, ficará com ele entre o polegar e o indicador. Na prática, eles funcionarão igual aos que ficam em animais ou cartões inteligentes e dispositivos com NFC. A diferença é que, neste caso, não haverá chance de esquecimento. Todd Westby, CEO da Three Square Market, diz que a empresa não vai rastrear seus funcionários, uma preocupação de muita gente. Segundo ele, o pequeno equipamento se compara a um crachá - e não a um rastreador [...] só pessoas ingenuas acreditarão.

O uso de implantes de chips nas empresas não é novidade. Como conta o TheVerge, companhias europeias já usam esse tipo de tecnologia. Algumas pessoas, no entanto, se preocupam com a privacidade de quem aderir à "facilidade".

Em (Apocalipse Capítulo 13 Versículos 26 e 17) nos dizem que a marca da besta seria um mecanismo de compra e venda, diz que só poderá comprar ou vender quem tiver tal marca. Não que necessariamente seja o tal microchip a marca da besta, porém, este chip pode ser sim o tal mecanismo e tem chamado a atenção de estudiosos e teólogos.

O texto diz:

E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.
Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. (Apocalipse 13:16-18)


Estaria estas empresas fazendo testes para a futura marca da besta? Seria este mecanismo o tal mecanismo de compra e venda?

Assista o vídeo em Olhar Digital

Fonte: Olhar Digital