Senado abre votação pública para criminalização sobre homofobia

Nenhum comentário

Proposta pede a inclusão da homofobia, lesbofobia, bifobia e transfobia na Lei que protege as pessoas vítimas de discriminação e preconceito

DA REDAÇÃO

O assunto é polêmico e divide opiniões. Por isso, o Senado Federal quer saber opinião pública sobre a criminalização da homofobia. A ideia que foi arquivada no fim de 2014 pode voltar a ser defendida na Casa.

O senador Paulo Paim (PR-RS) é o relator da sugestão (SUG 05/2016) e já se posicionou a favor da proposta. Porém, o texto será defendido na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), que decidirá se a matéria pode se tornar um projeto de lei.

No mês de março, a ideia foi apresentada teve mais de 20 mil apoiamentos. Na problematização, o autor da proposta destaca o índice de violência contra a população LGBT.

A proposta pede a inclusão da homofobia, lesbofobia, bifobia e transfobia na Lei Federal 7.716/89 que protege as pessoas vítimas de discriminação e preconceito em razão de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. A pena para quem comete o crime de racismo é de até cinco anos de prisão.

Qual a sua opinião? Participe clicando aqui.

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS