Secretário do Vaticano vai participar de assinatura de acordo com Farc

Nenhum comentário

Papa Francisco teve um papel significativo nas negociações

O secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, será enviado a Cartagena das Índias no próximo dia 26 para acompanhar a assinatura do histórico acordo de paz entre o governo colombiano e os guerrilheiros das Farc.

A informação foi divulgada pelo porta-voz do Vaticano, Greg Burke. Ele ainda explicou que Parolin seguirá para a Colômbia diretamente após sua participação na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), que acontece nesta semana em Nova York, nos Estados Unidos. O papa Francisco celebrou recentemente o histórico acordo de paz entre Bogotá e os guerrilheiros, que coloca fim a mais de 50 anos de conflitos armados na Colômbia, alcançado em agosto.

O líder católico, que deve visitar o país em 2017, teve um "papel significativo" no acordo. No ano passado, o presidente Juan Manuel Santos viajou ao Vaticano e confirmou ter conversado com o Papa sobre os diálogos. O mandatário também expressou na ocasião o seu desejo de que Francisco entrasse nas conversas para dar um "respaldo" as negociações. Farc - O grupo guerrilheiro está reunido em uma zona de selva no sul do país, Llanos del Yarí, em San Vicente del Caguan, para debater o futuro da organização.

As Farc têm planos de se lançar como partido político a partir do próximo ano e questões como sua transição política estão na pauta do encontro. Histórico - Em 25 de agosto as autoridades de Bogotá e os guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) concluíram as negociações de paz, após mais de três anos de negociações em Havana, Cuba. Um plebiscito para a aprovação do documento foi convocado pelo Congresso para o dia 2 de outubro. Desde que as Farc foram criadas, no começo dos anos 1960, estima-se que o conflito com Bogotá tenha deixado mais de 220 mil mortos, quase 50 mil desaparecidos e 6,6 milhões de deslocados. (ANSA)

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

SITE O CORREIO DE DEUS