Dançarino gay que acreditava ser “Deus”, mata namorado

Nenhum comentário

Marcus Bellamy, um dançarino gay da Broadway deixou uma confissão em sua conta no Facebook depois de matar seu namorado.

“Perdoe-me“, escreveu Bellamy, de 32 anos, logo após espancar e estrangular seu namorado, Bernardo Almonte.

“Fiz isso por amor. Eu fiz isso porque te amo. Ele me disse que o amor e o ódio são a mesma emoção”.

Bellamy enfrenta acusações por assassinato por acabar com a vida do jovem de 27 anos. Ele o matou durante uma briga em sua casa na região de Morris Heights. A polícia encontrou a vítima sangrando no apartamento do quinto andar, com marcas de mordidas em seus ombros.

“Eu sou Deus”, escreveu Bellamy em seu perfil na rede social, “Dou a vida e posso tira-la”.

Depois de publicar sua confissão, o dançarino foi aonde estava um vizinho e lhe contou que acabava de matar Almonte. O vizinho chamou a polícia e os agentes o encontraram na cena do crime.

Antes de ser preso, Bellamy parou na calçada e levantou as mãos aos céus, como se estivesse fazendo uma oração, disse uma vizinha.

O dançarino gay, produzia vídeos e publicava no Youtube.

Portal Padom

Nenhum comentário

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários.

Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos.
Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico.

Direção O CORREIO DE DEUS