Usina de Fukushima toma medidas antes da chegada do tufão


A Tepco disse que haverá funcionários patrulhando as instalações de hora em hora para evitar vazamentos 

DENISE GRIESINGER/ABR 

Tóquio - A usina nuclear de Fukushima se prepara para a chegada do tufão 19, chamado Vongfong, que está atravessando o arquipélago. A previsão é que o fenômeno climático atinja a central na madrugada desta terça-feira.
A operadora Tokyo Electric Power (Tepco) informou que instalou condutores na parte superior dos tanques que acumulam água contaminada e blindou e aumentou a altura dos diques para evitar que transbordem.

Como medida preventiva, diante do que se considera ser o maior tufão do ano no Japão, a operadora indicou que haverá funcionários patrulhando as instalações de hora em hora para evitar vazamentos e o aumento do já enorme volume de água contaminada que se acumula nos tanques da central de Fukushima.
As autoridades japonesas advertiram para a ocorrência de chuvas torrenciais, inundações e deslizamentos de terras e pediram à população que se mantenha alerta devido aos fortes ventos e ondas.
Até ao momento, foram registados 90 feridos e um desaparecido em nove províncias do país como consequência dos acidentes provocados sobretudo pelos fortes ventos e pelas chuvas torrenciais.
O tufão 19 forçou o cancelamento de mais de 500 voos domésticos, informou a emissora NHK. Muitos trens em cidades nas regiões Kinki e Tokai também estão parados.
O Vongfong chega apenas uma semana depois do tufão Phanfone, que atingiu uma grande parte do arquipélago, deixando um rastro de nove mortos.
A central nuclear de Fukushima, atingida por um terremoto seguido de tsunami em março de 2011, acumula toneladas de água contaminada em mais de mil tanques.

Alternativa Online