quarta-feira, 22 de março de 2017

Chuvas no Peru deixam 78 mortos e problemas de saúde se aproximam


As mortes por conta das chuvas, inundações e deslizamentos no Peru chegam a 78 desde janeiro - 30 delas na última semana -, segundo informou o governo nesta terça-feira, enquanto as zonas atingidas são ameaçadas por doenças como a leptospirose.

De acordo com o último relatório oficial do Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci), além dos mortos, foram registrados 101.104 danificados - que perderam tudo - e 643.216 afetados - com danos parciais ou menores - e mais de 141.000 casas destruídas.

O presidente Pedro Pablo Kuczynski visitou as regiões de Piura e La Libertad, muito atingidas pelos "huaicos", como são conhecidas no Peru as avalanches de pedra e terra que vêm dos Andes para a costa, após as fortes chuvas.

Na noite de segunda-feira, em uma entrevista à CNN, o governante encorajou os países a "trabalharem neste tema do aquecimento global. [Pois] se isto continuar, o Peru será uma prévia do que acontecerá em Miami, Nova York, Ásia, com o aumento [do nível] dos oceanos, os tufões e furacões".

As inundações registradas em Lambayeque nos últimos dias fazem com que a água parada seja um foco de infecção e criadouro de mosquitos Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Na segunda-feira foi confirmada a morte de uma mulher de 49 anos, vítima de dengue. O governo iniciou campanhas em massa de fumigação nas áreas afetadas.

Foram fumigadas cerca de 250.000 casas de 370 distritos considerados em situação de emergência sanitária no país, segundo o Ministério da Saúde.

As condições de insalubridade também geraram o primeiro surto de leptospirose em Olmos e Lambayeque por causa da grande quantidade de poças. "É uma doença que muitas vezes se cura sozinha, não causa a morte, mas se afetarem diretamente os rins, os pacientes com este mal terão acesso ao tratamento com antibióticos", disse o gerente regional de Saúde, Pedro Cruzado Puente.

A doença é transmitida através do contato com água contaminada e por meio da urina de roedores. "As brigadas estão nas zonas afetadas buscados as populações de ratos e de forma coordenada com os municípios para melhorar as condições de salubridade", acrescentou à rádio RPP.

Fonte: AFP
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.