(Reuters) - O Senado aprovou na noite de quarta-feira projeto de lei que reabre o prazo para a repatriação de recursos mantidos no exterior, e estabeleceu um repasse de 46 por cento do valor arrecadado pela União com as multas a Estados e municípios.

O texto, que agora segue para a Câmara, atinge a declaração de situação patrimonial até 30 de junho de 2016 --a legislação atual previa até 31 de dezembro de 2014-- e estabelece prazo de adesão por 120 dias contados 30 dias após a publicação da norma, o que significa que as datas dependerão da tramitação do projeto na Câmara.

O novo projeto estabelece alíquota do Imposto de Renda de 17,5 por cento e mais multa também de 17,5 por cento, elevando o valor total a ser pago pelos declarantes que aderiram ao programa durante o novo prazo de 30 por cento para 35 por cento, de acordo com a Agência Senado.

O líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), estimou que a arrecadação com o novo projeto ficará entre 20 bilhões e 30 bilhões de reais. A primeira fase do programa de repatriação resultou em arrecadação de 50,9 bilhões de reais.

O repasse dos Estados foi incluído no projeto do Senado após acordo fechado esta semana entre o governo federal e as administrações estaduais, que prevê um ajuste fiscal dos Estados em troca dos recursos da repatriação. [nL1N1DN251]

Originalmente o texto proposto por Jucá previa autorização para que parentes de políticos pudessem participar do novo programa de repatriação, mas devido ao protesto de diversos senadores de oposição no plenário o líder do governo aceitou um acordo para retirar o dispositivo da proposta, informou a agência do Senado.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.