segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Palestino é condenado à prisão perpétua por ataque letal em Israel


Um palestino foi condenado à prisão perpétua, e outro, a passar 16 anos e meio atrás das grades, por dois tribunais israelenses nesta segunda-feira (28) - informou o Ministério da Justiça, acrescentando que ambos cometeram ataques a faca que resultaram na morte de dois israelenses.

Um tribunal de Tel Aviv ditou duas penas de prisão perpétua contra Raed Jalil, de 37, acusado de ter matado dois israelenses a facadas e de ter ferido um outro, em 19 de novembro de 2015 em Tel Aviv.

À condenação, os juízes acrescentaram uma pena de mais 20 anos de prisão por tripla tentativa de homicídio.

Um porta-voz do Ministério da Justiça disse à AFP que as condenações de prisão perpétua equivaliam a 25 anos de prisão sem possibilidade de redução. Jalil também não poderá ser solto, em caso de eventual acordo entre israelenses e palestinos.

Já um tribunal de Lod, perto de Tel Aviv, condenou Tamer Weridat a 16 anos e meio de prisão. Ele foi acusado de ter apunhalado e ferido levemente um judeu ortodoxo perto de um shopping de Petah Tikva, em 7 de outubro de 2015.

Tamer Weritdat também terá de pagar 100 mil shekels (US$ 28 mil) por perdas e danos.

Fonte: AFP
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.