quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Palestinos exigem que ONU atue contra colonização israelense


A delegação palestina na ONU exigiu nesta quarta-feira que o Conselho de Segurança "assuma suas responsabilidades" e obrigue Israel a deter a colonização na Cisjordânia e em Jerusalém.

O embaixador palestino, Riyad Mansur, acusou o governo de Israel de bloquear qualquer possibilidade de existência de um Estado palestino e de impor "a realidade de apenas um Estado".

"Os apelos internacionais para acabar com as atividades israelenses de colonização e os crimes contra o povo palestino devem ser apoiados por medidas sérias e concretas (da ONU) para obrigar Israel a cumprir a lei", assinalou o diplomata durante reunião dos 15 membros do Conselho.


"Tem que haver consequências se Israel prosseguir violando a lei internacional", disse Mansur.

A ONU sustenta que a colonização é ilegal e solicitou, em numerosas ocasiões, que Israel acabe com tal prática, que segundo a própria organização internacional tem crescido nos últimos meses.

O enviado especial da ONU para o Oriente Médio, Nicolai Mladenov, denunciou este incremento e advertiu que as colonias "prejudicam a solução de dois Estados".

Os palestinos iniciaram uma campanha por uma resolução do Conselho de Segurança exigindo o fim da colonização, mas até o momento todas as medidas neste sentido têm esbarrado no veto dos Estados Unidos.

Fonte: AFP e Últimos Acontecimentos
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.