Um forte terremoto de magnitude 6,6 atingiu a região central da Itália neste domingo (30), segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), causando o colapso de mais construções e igrejas históricas em pequenas cidades e vilarejos atingidos por tremores nos últimos dias.

O sismo derrubou construções em diversos lugares na região central do país, que já havia sofrido um tremor na quarta-feira (26). A Proteção Civil italiana afirmou que o terremoto foi sentido do norte ao sul do país, de Bolzano, próximo à fronteira do país com a Áustria, à região de Puglia, no extremo sul.

Não informação sobre mortos, mas dezenas de pessoas ficaram feridas sem gravidade, o chefe da Defesa Civil italiana, Fabrizio Curcio. Apenas uma pessoa está “em condição mais grave”, segundo a France Presse. Várias pessoas foram tiradas com vida dos escombros - seis em Norcia, três em Tolentino.

O tremor provocou deslizamentos de terra e o tráfego em muitas estradas nesta região central da Itália está interrompido. Em Roma, linhas do metrô foram fechadas devido a problemas técnicos causados pelo terremoto. O dano nas construções é "substancial", segundo a agência de notícias Reuters.

O terremoto desta manhã é o mais forte a atingir a península desde 1980, de acordo com o jornal Corriere della Sera.

O tremor ocorreu às 7h40 do horário local (4h40 do horário de Brasília) e provocou medo entre a população das regiões de Úmbria, segundo a agência de notícias EFE. Uma transmissão ao vivo mostrou o colapso de uma igreja no centro de Norcia, uma cidade de 4 mil habitantes perto de Perugia, de acordo com a Reuters.

Imagen tomada de video muestra bomberos frente a un edificio dañado en Norcia, Italia, tras el terremoto con magnitud preliminar de 6,6 ocurrido la mañana del domingo 30 de octubre de 2016 en el centro del país. (Foto: Sky Italia vía AP)

Imagem mostra desabamento em Norcia (Foto: Sky Italia vía AP)

Em agosto, Norcia já havia sido uma das cidades mais afetadas por outro forte terremoto, de magnitude 6,2, que atingiu a região e deixou centenas de mortos. Na ocasião, também foram fortemente atingidos os municípios de Amatrice, de 2 mil habitantes, e Accumoli, de 700.

O Serviço Geológico divulgou inicialmente que o sismo deste domingo havia sido de magnitude 7,1, mas revisou o número para baixo. O tremor ocorreu na região da Úmbria, a 68 km a sudeste de Perugia, a 6 km de Norcia e a 10 km de profundidade, segundo o USGS.


Terremoto atinge a Itália (Foto: Editoria de Arte/G1)

"Foi um terremoto terrível e devastador", afirma Vera Lúcia de Oliveira, professora universitária que mora em Perugia e foi acordada pelo terremoto. "Eu estou muito assustada, embora já tenha vivido outros terremotos antes. Este, no entanto, nessa intensidade, nunca tinha ocorrido nesta região, é algo anômalo."

In this image made from video, residents who fled from their houses gather in a square in front of a damaged church in Norcia, Italy, Sunday, Oct. 30, 2016 after a powerful earthquake with a preliminary magnitude of 6.6 rocked central and southern Italy f (Foto: Sky Italia via AP)

Imagem de vídeo mostra moradores de Norcia que deixaram suas casas na praça em frente à história Basílica de São Benedito, que foi bastante danificada pelo forte terremoto (Foto: Sky Italia via AP)

Entre os edifícios danificados em Norcia estão a histórica Basílica de São Benedito e a prefeitura. "Caiu tudo, é um desastre", afirmou o prefeito de Ussita (povoado a cerca de 20 km de Norcia), Marco Rinaldi, a meios de comunicação locais.

Como tantos outros povoados da região, Ussita foi evacuada depois dos terremotos quarta, que provocaram numerosas destruições, mas não deixaram vítimas. Há 4 dias, três tremores -- de magnitudes 5,5, 6,0 e 4,9 -- atingiram em cerca de 4 horas de intervalo a região e causaram desabamentos e danos. As localidades mais próximas ao epicentro dos terremotos foram Castelsantangelo sul Nera, Visso, Ussita e Preci.

People evacuated from an hospital are covered with blankets following a quake in Rieti, Italy, October 30, 2016. (Foto: Emiliano Grillotti/Reuters)

Pessoas evacuadas de hospital em Rieti recebem cobertores após forte terremoto na região central da Itália (Foto: Emiliano Grillotti/Reuters)

Fonte: G1

O terremoto mais forte na Itália desde 1980

Segundo a ANSA o terremoto de 6,5 graus na escala Richter ocorrido neste domingo (30) foi o mais forte registrado na Itália desde 1980, quando um violento sismo atingiu Irpínia.   

Naquele ano, mais de 280 mil pessoas ficaram desabrigadas e mais de 2,9 mil perderam a vida no tremor. Hoje, no entanto, foram registrados apenas feridos.
Fonte: ANSA
Marcadores: ,

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.