6:07 PM


Uma das alavancas de mudanças da elite luciferiana que domina o globo é o terrorismo de propaganda sobre o aquecimento global. Desde os anos 1950, a organização globalista do Clube de Roma aposta nesta ferramenta como uma forma de aumentar o controle sobre a atividade humana e a economia, além de destruir qualquer liberdade individual e soberania dos países.

O leitor já deve ter percebido que os ecologistas pouco ou nada fazem para limpar o Rio Tietê ou a Baía de Guanabara, mas exigem a entrega de nossas liberdades em troco de uma promessa não-científica de "salvar o planeta".


De lá para cá, o mundo já deveria ter acabado pelo menos umas três vezes e já deveríamos ter visto uma nova era glacial ou o derretimento das calotas polares, inundando todo o litoral. Obviamente nada disso aconteceu, mas eles nunca desistem.

O brasileiro PETISTA  a aliado de LULA José Graziano é hoje o diretor da FAO, a organização para alimentação da ONU, que nada faz de bom para ajudar as pessoas, além de combater a agricultura mecanizada que mantém a humanidade viva. Recentemente,  ele embarcou na histeria coletiva do aquecimento global, apelando até para o Papa Francisco, um conhecido simpatizente do Marxismo:

O brasileiro José Graziano, diretor-geral da FAO, disse na entrevista coletiva de sexta-feira que "As temperaturas mais elevadas e os padrões climáticos erráticos já estão minando a saúde dos solos, florestas e oceanos dos quais os setores da agricultura e segurança alimentar dependem. Temos visto um aumento de pragas e doenças surtos em todos os lugares". Na mesma linha de advertência à humanidade, o Papa Francisco sugeriu que o mundo deveria voltar seu olhar para as pequenas comunidades agrícolas.A solução que este comunista propõe para o problema seria uma guinada radical em favor do marxismo:

Devemos seguir um estilo de vida que possa nos defender contra o consumismo generalizado e contra a produção industrial a qualquer custo, lógicas que só atendem ao aumento do lucro, unicamente”, disse ele, em declaração reproduzida pelo jornal britânico“The Guardian”.

Obviamente, destruir a agricultura mecanizada levaria à morte de milhões de pessoas, mas matar gente de fome nunca foi um problema para os comunistas, como provam os 20 milhões de pessoas mortas na Ucrânia e cerca de 15 milhões na China maoísta.

O objetivo de toda essa farsa é, antes de tudo, desviar a atenção da população da verdadeira razão da pobreza e das guerras, que é a manipulação financeira e política da elite luciferiana que controla os bacos internacionais. O globalismo também destroi qualquer tipo de resistência que possa surgir em países individuais e força pessoas de culturas específicas a abandonarem suas crenças e tradições em favor de ideologias impostas por essa elite.

O cristão que estuda a Bíblia sabe que, em breve, esse sistema nos levará ao governo global do anticristo, sob a promessa de nos salvar de nós mesmos. Fuja dele.

Fontes:
http://glo.bo/2ejhxRG

Leitura adicional: Graziano, o petista radical
http://abr.ai/2elpkNa

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.