quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Furacão Matthew atinge Cuba depois de provocar 9 mortes


De categoria 4, Matthew tocou a terra no extremo oriente da ilha com ventos de até 220 km/h
AFP

O furacão Matthew atingiu o leste de Cuba na terça-feira (4) e provocou a retirada de 1,3 milhão de pessoas de suas casas, depois de afetar República Dominicana e Haiti, países em que deixou nove mortos, ao mesmo tempo que os Estados Unidos adotam medidas de prevenção.

De categoria 4 na escala Saffir-Simpson (1 a 5), o Matthew tocou a terra no extremo oriente da ilha pouco antes das 19H00 locais (20H00 de Brasília), com ventos de até 220 km/h.

O presidente do Conselho de Defesa Municipal de Baracoa (departamento de Guantánamo), Tony Matos, anunciou a previsão de ondas de três a quatro metros de altura, assim como chuvas intensas, com inundações.

A chegada do fenômeno forçou a retirada de 1.318.000 pessoas de suas casas.

Além de Guantánamo, o furacão deixou em alerta as províncias Santiago de Cuba, Camagüey, Holguín, Granma e Las Tunas.

O Matthew representa o maior desafio ao sistema de alerta e prevenção de emergências de Cuba desde 2012, quando o furacão Sandy, de categoria 2, deixou 11 mortos e provocou grande destruição em Santiago de Cuba.

O furacão deixou quatro mortos na República Dominicana e cinco no Haiti.

A região sul do Haiti ficou isolada na terça-feira, após a queda de uma ponte na estrada que liga esta parte do país com a área da capital Porto Príncipe.

"A Route Nationale 2 está bloqueada na altura de Petit-Goave depois do desabamento da ponte La Digue", disse à AFP o porta-voz da Defesa Civil, Edgar Celestin, acrescentando que "uma reunião de emergência está sendo realizada para restaurar o acesso, mas vai ser difícil encontrar uma rota alternativa".

No Haiti, país mais pobre das Américas, 9.280 pessoas foram retiradas de suas casas, informou o porta-voz do Ministério do Interior, Guillaume Albert Moléon

"Por enquanto, é impossível fazer um balanço e conhecer a extensão da destruição causada pela passagem do ciclone", disse Celestin.

"É a pior tempestade que o Haiti sofre em décadas, e todos os danos serão, sem dúvida, significativos", declarou o representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Haiti, Marc Vincent.

"Mais de quatro milhões de crianças podem estar expostas aos estragos do furacão", advertiu a organização em um comunicado.

O furacão atingiu a cidade de Anglais por volta das 7h locais (8h, horário de Brasília) com ventos máximos de 230 km/h, informou o NHC, com sede em Miami

A Agência para o Desenvolvimento Internacional (AID) dos Estados Unidos enviou uma equipe de elite de resposta a desastres para Bahamas, Haiti e Jamaica.

Na República Dominicana, o Centro de Operações de Emergências (COE) informou que 8.546 pesssoas foram obrigadas a abandonar suas casas em Santo Domingo, assim como em províncias próximas da fronteira com o Haiti.

O furacão pode alcançar o sudeste dos Estados Unidos, onde os governos da Flórida e da Carolina do Norte decretaram estado de emergência. Já a Carolina do Sul ordenou a evacuação do litoral a partir de quarta-feira.

"Nosso objetivo é que a população se situe a pelo menos 150 km da costa", declarou a governadora da Carolina do Sul, Nikki Haley.

Diante da possibilidade da chegada de Matthew, o presidente Barack Obama decidiu adiar um ato previsto para quarta-feira, em Miami, com a candidata democrata Hillary Clinton.

Fonte: O tempo
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.