terça-feira, 20 de setembro de 2016

Templo construído para adorar ao diabo gera polêmica


Um templo construído para prestar culto e adorar ao diabo foi construído no departamento de Quindío na Colômbia, e está gerando uma grande polemica no país, segundo publicou o jornal “El Ciudadano”.

Para a congregação que faz parte do templo, Lúcifer é considerado um ser de luz.

O edifício está localizado na área rural do município de Quimbaya e foi construída pela denominada Igreja Luciferiana Sementes da Luz, que segundo o seu fundador, Damian Rozo, custou 400 milhões de pesos, fundos que foram levantados por mais de um milhão de parceiros que pertencem a esta congregação.

Em declarações à estação de rádio colombiana Blu Radio, Rozo disse que sua comunidade adora um anjo de luz que se revelou diante de Deus e foi expulso do paraíso. Para eles, Deus é considerado um ditador.“Devemos esclarecer que nós não adoramos Satanás, nem fazemos sacrifícios, nós veneramos Lúcifer que é o nosso Deus e que nada tem a ver com o diabo como alguns acreditam “, disse Rozo na entrevista.

O templo foi rejeitado pela comunidade da região, que em sua maioria é católica, e já levantou todos os tipos de comentários negativos.

Carlos Eduardo Osorio, sacerdote e governador de Quindio, falou sobre a situação e declarou a ilegalidade da organização.

“Isso é ilegal, o Tribunal Constitucional disse muito claramente que isso não é um culto e por isso, não se pode proteger pela liberdade de culto“, disse o governador, segundo um artigo publicado pelo jornal colombiano El Espectador.

Fonte: Padom
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.