terça-feira, 16 de agosto de 2016

Rússia usa pela primeira vez o Irã como base para realizar ataques aéreos na Síria


Por Andrew Osborn

MOSCOU (Reuters) - A Rússia nesta terça-feira usou pela primeira vez o Irã como base para realizar ataques aéreos contra militantes sírios, ampliando a campanha aérea na Síria e aprofundando o seu envolvimento no Oriente Médio.

Numa ação que mostra uma relação cada vez mais próxima com Teerã, aviões russos Tupolev-22M3 e Sukhoi-34 usaram a base aérea iraniana de Hamadan para atingir vários alvos na Síria.

Esta foi a primeira vez que a Rússia usou o território de um outro país, exceto a própria Síria, para lançar ataques desde que o Kremlin iniciou a sua campanha de bombardeios em apoio ao presidente Bashar al-Assad em setembro passado.

A ação no Irã vai reforçar a imagem da Rússia como um ator central no Oriente Médio e permitir que a Força Aérea russa corte tempo de voos e aumente a carga de bombas.

O líder do Conselho Nacional de Segurança do Irã foi citado pela agência estatal Irna, dizendo que Teerã e Moscou dividiam as instalações.

Os dois países dão apoio a Assad. Após um atraso, a Rússia forneceu ao Irã o seu sistema de defesa de mísseis S-300, uma evidência da crescente parceria que têm ajudado a mudar a direção da guerra civil síria e desafiado a influência norte-americana no Oriente Médio.

(Reportagem adicional de Polina Devitt, Bozorgmehr Sharafedin, Angus McDowall, Thomas Perry, Maher Chmaytelli, Phil Stewart e Lesley Wroughton)

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

REUTERS AAP
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.