Por Cezar S D S Scholze

Não sou a favor de armas nem de violência e creio que o mundo é regido por ideologias e muitas destas ideologias forçam as pessoas a pensarem de determinadas formas. 

O porte de armas para os cidadãos de bem, por exemplo, não quer dizer que eles serão obrigados a usá-las, pelo contrário, esta prática de armar toda uma nação, demonstraria ao delinquente a sensação da dúvida. Onde quero chegar? Respondo: só de o delinquente pensar que qualquer um poderá estar ''bem armado'' assim como ele, certamente o coagirá para que ele não tome a ação primária de assaltar, ou seja, ele pensará mil vezes antes de assaltar um estabelecimento comercial, pois poderá entrar na vertical e sair na horizontal se é que me entendem.

Isso diminuiria em números gritantes o latrocínio (roubo seguido de morte), pois assim como os delinquentes a população de bem estaria preparada para recebê-los nas suas investidas ''injustas''.

Eu por exemplo, quando era criança, meu pai tinha um pedaço de ''mangueira de estimação'', e toda vez que eu o desobedecia e aprontava, tomava umas lapadas. Esta mangueira, ficava em cima da geladeira, de modo que, quando eu passava avistava sempre um pedaço dela, e isso sempre me fazia tremer na base. O que eu pensava? Ou ando na linha, ou tomo umas lapadas! Isto me fazia refletir em minhas atitudes tanto como uma criança brincando na rua, quanto na escola.

Justiça

Nesta questão só há duas sugestões para a população andar em justiça; 

1 - Todos ficarem desarmados, o que incluiria também traficantes, assaltantes, bandidos de todas as espécies.

2 - Como os bandidos andam armados até os dentes, a população de bem também tem o direito de defesa e por tanto teriam que ter legalmente o direito ao porte de arma.

Vemos que o Brasil caminha abastecido pelo combustível que se chama ''injustiça'', e nisso muitos pais de família e pessoas de bem morrem gratuitamente devido as leis que amparam os delinquentes cruéis e desamparam os cidadãos de bem.

Hoje, temos a plena certeza de que muitos dos bandidos criaram um desejo por assassinar o inocente, basta observar as estatísticas onde mostram pessoas entregando seus pertences e mesmo assim acabam recebendo um balaço na testa e vindo a óbito logo em seguida. Ali acabam-se planos, sofrem famílias, filhos ficam órfãos, pais perdem filhos e futuros brilhantes são despedaçados - como foi o caso de uma moça no Rio a alguns dias atrás -, pelo cano de uma arma que está nas mãos de marginais preguiçosos que tem preguiça de estudar e trabalhar e passam a ''roubar'' pessoas de bem que tem estes princípios.

Conclusão

Seria justo toda uma população de bem padecer nas mãos de marginais? O povo de bem não pode se defender? Por quê?

Por que o povo não pode exercer seu direito de ir e vir tendo segurança? E se o estado não consegue suprir a necessidade da população lhes assegurando seu direito de ir e vir em segurança, por quê não lhes deixar defender-se? Se o marginal pode andar com fuzil nas mãos, por quê a população de bem não pode? Onde está o ponto moral que justifique esta gritante ''injustiça travestida de justiça''? 

A conclusão que chego, é que o Estado é uma prostituta do crime organizado, pois se submetem a marginais analfabetos e lhes deixam tomar as rédias da segurança do nosso país. O Estado não deixa as polícias trabalhar em paz, sendo que criminalizam policiais de bem que executam a lei no cumprimento da sua função. O que esperar de um governo deste? Será que eles se preocupam com a sua população?
Em 2014 foram 52 mil assassinatos ao todo, revela levantamento do G1; há ainda 2 mil latrocínios.
Em 2014 já apontavam estes números escandalosos de inocentes assassinados, imaginem vocês nos dias de hoje, 2016, quanto estes números não devem ter aumentado.

Enquanto houver bancada marxista, esquerdista, petista lutando contra leis rígidas, nosso país caminhará em passos largos para o abismo do descalabro moral. Enquanto isso, a população de bem padece e geme a injustiça que sofrem por parte dos seus governantes. 

Desejo que os parlamentares competentes, olhem para o seu povo e tomem as providências cabíveis para o cumprimento da justiça. Sei que tem muitos empenhados nisso, porém sei também que o mal não deixa de trabalhar dia e noite para justificar e sustentar o injustificável e o insustentável. 

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.