De acordo com informações do Africa News, recentemente houve um movimento inter-religioso para promover a paz nacional na República Centro-Africana, financiado pela União Europeia, com o objetivo de facilitar o diálogo entre as comunidades que estiveram envolvidas em confrontos religiosos no passado. "Os esforços dos líderes religiosos e da sociedade civil são essenciais para trazer a reconciliação, principalmente entre muçulmanos e cristãos que vivem no país. Dada a dimensão dos conflitos ocorridos, é essencial que haja um movimento como esse para trazer a cura e buscar um relacionamento saudável entre as pessoas", comenta um dos analistas de perseguição.

Milhares de vidas já foram perdidas e agora o cenário do país expõe a extrema pobreza, instabilidade política, corrupção e perseguição religiosa. A rebelião do movimento Seleka causou violência excessiva contra a população cristã do país, entre os anos de 2012 a 2014. A República Centro-Africana é o 26º país da Classificação da Perseguição Religiosa 2016, sendo também um dos países menos desenvolvidos do mundo. No nordeste, região povoada principalmente por muçulmanos, os cristãos são obrigados a fugir de suas aldeias e tem acesso negado a campos de cultivo na agricultura. Milhares de cristãos vivem em condições extremamente pobres em campos de refugiados.

O bom relacionamento do atual presidente com os líderes religiosos internacionais tem ajudado muito na questão dos cristãos, conforme mostra a matéria Política organizada pode favorecer cristãos, publicada no mês passado. O governo assegura a liberdade de religião, embora os extremistas muçulmanos realizem campanhas violentas para destruir o cristianismo. A igreja no país permanece de pé, continua crescendo e abraçou a missão de pregar o evangelho do amor, apesar de todas as dificuldades e obstáculos. Ore pelos cristãos perseguidos dessa nação.

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.