Os cristãos estão cientes de que a pressão contra eles será ainda mais intensa, por isso, é provável que a igreja exista somente na esfera subterrânea daqui para frente
A agência de notícias Reuters, relatou a morte do líder do talibã, mulá Akhtar Mohammad Mansur, em um ataque aéreo com drones norte-americanos. Desde que os Estados Unidos tentaram um diálogo com o governo do Afeganistão, a liderança afegã vem tentando forjar os acordos de paz. "O líder morreu em um ataque aéreo na região de Dalbandin, no Baluchistão, no Paquistão", declarou o vice-porta-voz do Diretório de Segurança Nacional (NDS) à agência EFE. "Se já era difícil manter os acordos com eles, com a morte do líder do talibã é possível que o relacionamento entre os países fique mais tenso agora, porque o movimento fundamentalista islâmico vai reagir com violência", comenta um dos analistas de perseguição.

O Talibã atua no Afeganistão desde 1994 e é dirigido pelos líderes fundamentalistas mais influentes do mundo. Após a morte de Mansur, o sucessor será Mawlawi Hibatullah Akhundzada, que já assumiu a liderança no dia 25 de maio. "Os cristãos estão cientes de que a pressão contra eles será ainda mais intensa, por isso, é provável que a igreja exista somente na esfera subterrânea daqui para frente", diz o analista. O Afeganistão já não dispõe de igrejas públicas e os cristãos ficam isolados em pequenos grupos para não chamar a atenção da comunidade afegã, que ocupa o 4º lugar na atual Classificação da Perseguição Religiosa.


Pela lei, cidadãos do sexo masculino com idade acima de 18 anos e do sexo feminino, a partir dos 16 anos, de mente sã, que se converteram a outra religião que não seja o islã, têm até três dias para retratar a sua conversão, ou então estarão sujeitos à privação de todos os bens e posses, à anulação de seu casamento e até à morte por apedrejamento. O mesmo acontece quando o indivíduo é acusado por crime de blasfêmia. Apesar de enfrentar a perseguição extrema, a igreja afegã continua crescendo e muitos muçulmanos aceitam a Cristo como seu Salvador, daí a necessidade de os cristãos afegãos continuarem firmes na fé. Em suas orações, interceda por eles.

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.