O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    13 maio 2016

    Uma breve reflexão sobre o amor!


    Por Cezar S D S Scholze

    O amor nos dias de hoje é um sentimento manipulado e por isso mal interpretado pela massa, pois muitos acreditam que o amor seja um sentimento superficial onde leva o homem a cumprir ritos formais para nunca causar desconfortos de uns para com os outros, mas isso não é verdade.

    O amor na maioria das vezes nos leva a fazer coisas que não gostamos de fazer, mas por existir a justiça então amamos.
    A instrução que eu, Cezar Scholze tenho distribuído gratuitamente através deste mecanismo de evangelização, não é um amor como o amor que a massa vê, mas é um amor sofredor mediante ao preço que pago sendo ''mal visto pela grande maioria'' simplesmente pelo fato de querer transparecer da forma mais clara possível a verdade.

    Eu poderia ''somente'' trazer aos senhores, mensagens de conforto, auto ajuda, refrigério, motivacionais, mensagens que aumentassem o seu ego para que você pudesse caminhar de forma mais confortável. Mas infelizmente eu não posso fazer isso, não posso ser assim.

    Irei trazer alguns exemplo acerca do amor para você leitor.

    Você que é pai, ou você que é mãe; deixaria seu filho solto - para não contrariá-lo -, sabendo que ele caminhará para a perdição?  Você iria contrariar seu filho para mostrar o caminho da verdade, ou deixaria ele se arrebentar? Seria melhor contrariá-lo agora do que sofrer com sua perda dele mais na frente, não é mesmo? Assim é o amor, e neste pensamento lhes apresento um texto;

    O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. (1 Coríntios13:4)
    O amor é sofredor; o que isso quer dizer? O amor sofredor, refere-se à você negar a si mesmo para se doar pelos outros, mesmo que você venha ser detestado pelo próximo ao qual você esteja tentando ajudar. Muitas coisas que eu faço e publico não é por prazer no desprazer do próximo, mas sim para alertá-los. Seria mais prazeroso para mim obter sua amizade e deixá-lo caminhar no seu erro, mas assim eu não o amaria, pois quem ama zela pelo bem e não pelo mal.

    O amor não é invejoso, cobiçoso, que acusa sem saber e se ensoberbece mediante as dificuldades alheias. O amor é perdoar, e também aprender a pedir perdão - coisa que falta muito nos dias de hoje por parte dos Cristãos. Você tem humildade para perdoar e pedir perdão? Você é Cristão o suficiente para confessar os seus erros para com um irmão? Trocas de ofensas gera o pedido e o recebimento de perdão, pensem nisso!

    Quantas vezes já tive que excluir pessoas do meu facebook para não pecar contra elas e não trocar ofensas constantes? Várias, e isso é a preservação para não alimentar mais contendas.

    Eu tenho aprendido muito a respeito do amor e sei que na maioria das vezes temos que sacrificar a nós mesmos, para que os outros recebam alimento sólido e verdadeiro. Você deixaria de pregar a verdade para ser formal com alguém?

    Analisando a vida dos apóstolos, vemos que nenhum deles exerciam a formalidade a fim de não possuírem ''desafetos'', muito pelo contrário, eles pregavam a verdade de maneira firme e reta porque amavam as pessoas. Como todos já sabem, a recompensa dos apóstolos foram suas sentenças de morte física, aplicadas com requintes de crueldade tornando-os verdadeiros e autênticos mártires.

    Os apóstolos amavam as pessoas que recebiam seus sermões ''cortantes'', mas muitos infelizmente tomavam como afronta e então achavam por melhor matá-los. A verdade dói, mas antes de condenar alguém que lhe aplica a verdade, pense no amor que esta pessoa sente por você; enfrentando sua ira para que você alcance o caminho da verdade em CRISTO JESUS.

    Tenho certeza que muitos me odeiam aqui neste meio virtual, mas eu deveria fazer igual os falsos profetas fazer? Vir com palavras fingidas e ''mansas'' para conquistá-los e ganhar sua simpatia?

    E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita. (2 Pedro 2:3)
    Pedro falando sobre os falsos profetas, menciona uma característica interessante deles; ''as palavras fingidas.''
    Muitas das vezes, ''a palavra mansa e cheia de sorrisos doces'', pode ser destruidora e uma arapuca para capturar pessoas vazias e que buscam algo vindo da parte de DEUS.

    Há muitas pessoas que buscam milagres e sinais, mas esquecem-se de que DEUS é vivo na sua palavra e que mais proveitoso é alcançar a sabedoria mediante as escrituras do que ir atrás de sinais sem poder analisar se provém ou não de DEUS.

    Eu venho pedir perdão se alguma vez fui mal interpretado por algum dos senhores, mas saibam que enquanto eu viver, sempre estarei pregando a verdade da forma mais límpida possível para que vocês sejam alimentados com solidez e não com a mentira proveniente da falsidade.

    Temos que aprender a amar nosso próximo, não com a falsidade que o mundo formal trata este sentimento, mas com a honestidade e a transparência do alerta que CRISTO nos deixa nos seus ensinamentos.

    Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
    Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
    E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
    Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério. (2 Timóteo 4:2-5)

    Para concluir, lembre-se que o amor é manifesto de várias maneiras e raramente ele é verdadeiro quando manifestado através das ''formalidades humanas'', pois as formalidades humanas, cuidam em transparecer um rótulo de boa aparência que na maioria das vezes o conteúdo vem repleto de falsidade.

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença