DA AFP

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, criticou o vice-chefe das forças armadas de Israel por declarações nas quais parecia comparar a atual sociedade israelense com a Alemanha nazista.

"A comparação lançada pelas palavras do vice-chefe do Estado-Maior sobre acontecimentos descritos como a Alemanha nazista de 80 anos atrás é uma barbaridade", disse Netanyahu.

Os comentários "representam uma injustiça contra a sociedade de Israel e menosprezam o Holocausto", acrescentou o primeiro-ministro.

"O vice-chefe do Estado-Maior é um oficial excepcional, mas os comentários sobre este assunto foram um completo erro, inaceitáveis para mim".

Em um discurso realizado na quarta-feira, na véspera do Dia da Memória do Holocausto de Israel, o general Yair Golan disse que a lembrança deve "nos fazer pensar sobre a natureza do homem, mesmo quando esse homem somos nós mesmos".

"Se há algo que me preocupa nas comemorações da Shoah é ver esses processos nauseantes que ocorreram na Europa em geral, e em particular na Alemanha, há 70, 80, 90, e ver sinais disso entre nós em 2016", afirmou.

"Afinal, não há nada mais simples e mais fácil do que odiar o estrangeiro (...) despertar medo e intimidação (...) e se tornar um monstro, esquecer os seus princípios e ser feliz consigo mesmo", ressaltou.

Uma onda de distúrbios que explodiu em outubro deixou até agora 203 palestinos e 28 israelenses mortos.

A maioria dos palestinos abatidos estavam armados, segundo as autoridades de Israel.

Grupos de defesa dos direitos humanos exigem que Israel pare de utilizar força letal contra os criminosos e a ministra sueca de Relações Exteriores, Margot Wallstrom, acusou o Estado judeu de realizar execuções extrajudiciais.

Postar um comentário

  1. O Primeiro Ministro está corretíssimo e tem autoridade para falar sobre isto! Shalom!
    A ONU, os Estados Unidos, Europa, enfim, todas as nações estão sendo preparadas para atacar Israel! Enquanto as pessoas e a Igreja estão dormindo estas nações, através de seus lideres, tramam para desafiar Deus, pois é disto que se trata, se assim não fosse Israel nem exisitiria, eles sabem que todas estas coisas não são mero acaso, só que pensam que poderão resistir... Israel (a figueira) não só existe como se multiplica como as estrelas do céus e as areias do mar... Glória a Deus por isto! Parabéns, Israel por mais um ano de vitória! Que as nações aprendam com o salmos 2!
    Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência.
    Gênesis 15:5
    Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça.
    Lucas 21:32

    ResponderExcluir

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.