Cerca de 80 alunos do colégio Perea Flores, em Tarapoto, no Peru, já foram internados após sofrerem convulsões ao longo das últimas semanas.

Desde o dia 29 de abril a escola peruana Perea Flores, na cidade de Tarapotos tem passado por um fenômeno assustador, descrito pela população como uma série de "possessões demoníacas".


Este vídeo registrado por um estudante mostra uma das cenas em que é possível ver alguns adolescentes gritando e se contorcendo enquanto colegas tentam ajudá-los.

Em entrevista a uma emissora local, o médico Antony Choy declarou que não entende como isso aconteceu. A única coisa que se sabe é que esses ataques coletivos começaram em abril e continuam até hoje.

Mais de 80 surtos de crianças já foram registrados. Uma das alunas afetadas relatou que a experiência é muito perturbadora. Ela disse que viu um homem alto barbudo, vestido todo de preto e que tentava estrangulá-la. Apesar de ter gritado desesperadamente, a garota não se lembra do ocorrido.

Outras vítimas também alegaram ter visto a imagem do mesmo homem.

De acordo com o parapsicólogo Franklin Steiner, o caso está relacionado com o passado do local onde a escola foi construída. Muitas vítimas de terrorismo foram mortas no local. Quando o colégio foi construído, alguns ossos e cadáveres foram encontrados.

Segundo o Daily Mail, o motivo das convulsões ainda está sendo investigado.

Veja o vídeo;



De: Notícias ao Minuto

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.