O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    07 maio 2016

    Fim do cartão e da carteira: Japão começa a testar pagamentos com o dedão


    ''Esqueça sua carteira com dinheiro, seu cartão de crédito e até mesmo seu celular: no futuro você precisará apenas do dedão para efetuar suas compras nas lojas e supermercados.''

    Pelo menos essa é a expectativa do governo japonês, que está testando novas tecnologias para os jogos olímpicos de 2020, que serão realizados na cidade de Tóquio. Uma delas permitiria que qualquer pessoa fizesse compras utilizando apenas as impressões digitais.

    Publicidade

    A ideia é que o serviço funcione para qualquer pessoa que se cadastre no sistema, seja ela cidadã japonesa ou não. A medida visa oferecer mais segurança aos turistas, que não precisariam andar com muitas cédulas no bolso. Em caso de necessidade, será possível ainda sacar dinheiro em caixas eletrônicos apenas usando a ponta do dedo como fator de identificação.



    Segundo o site The Japan News, os testes com a nova tecnologia devem começar em breve e cerca de 300 scanners serão disponibilizados em diversos estabelecimentos comerciais com grande circulação de pessoas no país, como restaurantes, hotéis e lojas de souvenir.

    Assistam o vídeo (aqui).

    FONTE(S)
    THE JAPAN NEWS

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença