quinta-feira, 5 de maio de 2016

Ecumenismo: Protestantismo irá se unir ao catolicismo?


Roma (RV) – “Sinais de perdão – Caminhos de conversão – Prática de penitência: uma Reforma que interpela a todos”. Este é o título do Simpósio Internacional e Interconfessional que teve início na tarde desta quinta-feira, 4, no Pontifício Ateneu Santo Anselmo, em Roma, em preparação aos 500 anos da reforma Protestante a ser celebrado em 2017.

A comemoração aos 500 anos da reforma protestante agendada para 2017 será marcada pelo ''ecumenismo religioso entre a Igreja Católica Apostólica Romana e o Protestantismo que foi desencadeado, devido as visões teológicas de Lutero.''

Muito esperada, por sua vez, é a participação do Papa Francisco em 31 de outubro em Lund, na Suécia, na cerimônia conjunta entre a Igreja Católica e a Federação Luterana Mundial, para comemorar o 500º aniversário da Reforma. “Trata-se – sublinha Puglisi – de um gesto simbólico e profundo em direção à reconciliação”.

Roma (RV) – “Sinais de perdão – Caminhos de conversão – Prática de penitência: uma Reforma que interpela a todos”. Este é o título do Simpósio Internacional e Interconfessional que teve início na tarde desta quinta-feira, 4, no Pontifício Ateneu Santo Anselmo, em Roma, em preparação aos 500 anos da reforma Protestante a ser celebrado em 2017.

“As Igrejas – acrescenta o sacerdote – estão prontas para dar outros passos, e neste sentido se insere o último documento que foi publicado com o título “Do conflito à comunhão”.

O Simpósio se concluirá na sexta-feira e as conclusões serão entregues ao Presidente do Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos, cardeal Kurt Koch. (Fonte: Rádio Vaticana)

Aproximação estranha, não? O que significa esta aproximação? Vale a lembrança!

Editado por Cezar S D S Scholze
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

4 comentários:

  1. se o poder econômico,politico vão se unificar para um proposito maligno de domínio global,porque ñ o religioso? é claro que este por sua vez é peça fundamental para esta globalização que visa domínio de grandes e pequenos,ricos e pobres,servos e livre,toda a humanidade é pautada nesta premissa,seu um ser( seja pessoa ou instituição) tiver controle politico economico e religioso,este ser domina o mundo,é simples assim,a unificação religiosa global vem sendo profetizado desde de a babilonia de nironde , isto ñ é novidade para os estudiosos da bíblia,o que me espanta é como a massa é fácil de ser manipulada facilmente quando tem uma pessoa de destaque na frente de uma ideologia,que o diga hadolf Hitler , só digo uma coisa,os verdadeiros cristãos ñ aceitarão esta ideologia seja ela papal ou islâmica,e são estes que serão perseguidos na GRANDE TRIBUTAÇÃO e ñ amarão as suas vida até o fim,por amor ao evangelho genuíno e puro de NOSSO SENHOR E SALVADOR,JESUS CRISTO.

    ResponderExcluir
  2. Segue um trecho do Livro "A Visão", do Pastor David Wilkerson:

    5 - LOUCURA DE PERSEGUIÇÃO

    O surgimento de uma super-igreja mundial – 2
    Vejo a formação de uma super-igreja mundial, que consistirá na união entre os protestantes ecumênicos liberais e a igreja católica romana. Unir-se-ão politicamente dando as mãos, criando uma das mais poderosas forças religiosas da Terra.

    Esta super-igreja mundial será espiritual somente de nome e usará indiscriminadamente o nome de Jesus Cristo, mas de fato será anticristã e política em muitas de suas atividades. Esta poderosa união de igrejas estará profundamente envolvida em assistência social, tremendos programas de caridade e em ministérios piedosos.

    Os seus dirigentes farão declarações esmagadoras no que diz respeito a satisfazer as necessidades do gênero humano, emitindo um chamado por um renovado trabalho social e intervenção política e por uma maior voz em assuntos mundiais.

    ResponderExcluir
  3. (CONTINUAÇÃO...)
    Uma repentina serie “misteriosa” de acontecimentos – 3
    Justamente quando parece que o movimento ecumênico está quase morto, uma série bastante misteriosa de acontecimentos dará origem a base desta união. Roma insistirá em obter muitas concessões dos líderes protestantes ecumênicos e as receberá.

    O Papa será considerado mais um chefe político do que um líder espiritual desta grande união. Por sua vez, os líderes protestantes do movimento ecumênico insistirão em obter certas concessões de Roma e as receberão. Não será pedido a estes que considerem o Santo Padre como a cabeça infalível da igreja e aceitarão a sua chefia política sem aceitar o seu papel como sucessor de Pedro.

    Não estou sugerindo de modo algum que o Papa ou algum outro dirigente eclesiástico envolvido nesta organização da super-igreja estará comprometido em atividades do anticristo. A Bíblia tem muito que dizer com relação a este assunto, mas não cabe a mim, neste momento, especular sobre este tema. Contudo, vejo algo que me espanta.

    Vejo um exército de profissionais que incorporarão os postos mais influentes desta organização da super-igreja. Muitos deles serão pessoas ímpias, com a mentalidade do anticristo, obcecadas com o conceito de que esta super-igreja deve chegar a ser um poder político suficientemente forte para poder exercer pressão sobre todos aqueles que se opõe as suas atividades.

    Enquanto aqueles que ocupam os cargos mais elevados na direção estão falando acerca de milagres, amor e reconciliação, os assalariados que trabalham debaixo de suas ordens estarão perturbando e perseguindo as organizações religiosas que se opõe a sua hegemonia.

    A formação desta super-igreja mundial iniciará de forma modesta. Começara com um estúdio cooperativo informal e com programas de pesquisa. Serão iniciados outros programas cooperativos sem serem requeridos de forma legal ou obrigatória pelos protestantes e nem pelos católicos. Mas haverá uma união de dirigentes protestantes liberais da Inglaterra e dos Estados Unidos com teólogos católicos liberais da Europa para que se apresse um “milagre ecumênico”.
    A fusão legal e política é ainda bastante remota – mas já está sendo elaborada a base informal para a união.

    ResponderExcluir
  4. (CONTINUAÇÃO...)

    Os homossexuais e as lésbicas acolhidos com agrado pela super-igreja – 4

    Vejo esta super-igreja aceitando debaixo do pretexto de “compreensão” aos homossexuais e as lésbicas entre os seus membros. A sede desta união de igrejas reivindicará o amor homossexual e lésbico e não somente ser-lhes-á dado um bom acolhimento, mas também os estimulará.

    Será ordenado que os ministros deem aos homossexuais e as lésbicas cargos de autoridade nesta união de igrejas, onde serão proclamados como uma nova geração de pioneiros que introduzirão novos conceitos de amor e evangelismo.

    Vejo que virá em quase toda cidade grande dos Estados Unidos e de outras partes do mundo, igrejas de homossexuais e lésbicas que ministrarão exclusivamente às necessidades espirituais dos de sua própria classe, com pleno reconhecimento e respaldo da religião organizada. Se distribuirá literatura de escola dominical e de igreja em um plano de estudos que irá sugerir às crianças e adolescentes que
    a homossexualidade é uma forma normal e aceitável de prática sexual cristã.

    O mais trágico de tudo é que vejo que virá o dia que a maior parte dos homossexuais já não mais procurarão a ajuda da Igreja. Em troca, serão defendidos pela super-igreja e serão admirados pela sua coragem e boa vontade de serem diferentes. Esta super-igreja se adaptará as debilidades humanas da carne e se disporá a confortar a humanidade em seus pecados. Serão tachados de possuírem complexo de culpa os pregadores antiquados “condenadores do pecado”, que falam claro contra aqueles a quem uma vez se consideraram candidatos para a assistência e o aconselhamento.

    Serão concentrados novos esforços de ensinamento numa tentativa de demonstrar aos homens como conviver com os seus problemas e, de fato, como desfrutar destas debilidades como sendo “dons de Deus”.

    ResponderExcluir

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.