terça-feira, 10 de maio de 2016

Denuncia séria: Homem faz apologia a pedofilia e diz ter afeição por crianças no youtube - Vídeo


Andando por uma página na internet tive conhecimento de um vídeo onde um rapaz de 24 anos de idade demonstra total fetiche por sexo envolvendo crianças.

Isto além uma promoção e apologia a pedofilia, é crime e deve ser investigado pelas autoridades!

Faço um apelo, que se algum deputado ou policial ver este artigo, por gentileza procure este criminoso e tome as medidas cabíveis para este tipo de caso.

Se o vídeo for removido do youtube pelo proprietário eu fiz o download e possuo uma cópia nos meus arquivos pessoais (como prova).

Os internautas além de exporem o perfil do autor do vídeo no facebook (https://www.facebook.com/mallonne.richard), manifestaram total revolta contra a atitude do autor do vídeo;



Segue os comentário revoltados dos internautas;


Segue o vídeo onde o rapaz faz as insanas afirmações:

O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Um comentário:

  1. Eu acho que a página do facebook pode ser fake, e o vídeo, uma repostagem de uma conta também fake. O tal Mallone chegou, inclusive, a ser preso por tais declarações. http://noticias.r7.com/balanco-geral-manha/fotos/pedofilo-debocha-de-autoridades-e-diz-que-nao-vai-ser-preso-13012016#!/foto/4

    ResponderExcluir

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.