A questão da introdução de moeda única no âmbito da União Econômica Euroasiática tem que ser examinada no futuro mais próximo, declarou o vice-primeiro-ministro do Quirguistão, Aaly Karashev.

Falando no âmbito do fórum internacional "Uma Perspectiva Econômica para a Eurásia", que reuniu nesta sexta-feira (8) representantes da União Econômica Eurasiática (UEE), Karashev disse o seguinte:
"No futuro mais próximo, temos que examinar a questão da regulação monetária. Particularmente, a introdução de uma moeda única da UEE para comercio conjunto e regulação alfandegária dentro de organização", afirmou o vice-primeiro-ministro do Quirguistão.
O representante do governo quirguiz salientou que a UEE faria bem em introdiz aquilo que chamou de "fatores de cooperação de longo prazo". Entre eles, uma bolsa de mercadorias para fomentar o mercado de hidrocarbonetos, um portal único de contratos públicos da UEE que reforçaria a cooperação entre produtores dos países que fazem parte da associação.
Por sua parte, o deputado da Assembleia Nacional armênia Grant Bagratyan concordou com a importância da moeda única.
"A questão da moeda é muito urgente e eu não acho que pode ser adiado para 2025", disse ele. Para o deputado, se esta questão fica sem solução, risca de "se tornar um obstáculo sério para o crescimento das economias dos países da UEE".
Em 2015, o presidente do Banco Central da Armênia, Artur Dzhavadyan disse que as conversas sobre a introdução da moeda única na UEE são prematuras. Ele informou que na reunião de chefes dos Bancos Centrais dos países da UEE, as partes russa e cazaque disseram que até o ano 2025, este assunto não será discutido. Dzhavadyan disse que ele e os seus colegas da UEE tinham discutido a questão e chegaram à conclusão de que o processo exigiria 30-40 anos para ser completado.
A UEE é uma união econômica internacional de integração. Começou o seu trabalho em 1 de janeiro de 2015. Atualmente os membros da UEE são a Rússia, a Armênia, a Bielorrússia, o Cazaquistão e o Quirguistão.

Fonte: Sputniknews

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.