O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    23 abril 2016

    Qual é o juízo de DEUS aplicado ao perverso?


    A humanidade está chegando ao nível mais alarmante, mais tenebroso quando falamos de insanidade. Pais que estupram suas próprias filhas - e crianças ainda por cima. Isso não é normal! Não é somente um caso isolado, pois são inúmeros e incontáveis, basta pesquisar...

    Me lembro da uma passagem que mostra um DEUS executando seu juízo da seguinte maneira;

    E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
    Estando cheios de toda a iniqüidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
    Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
    Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
    Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem. (Romanos 1:28-32)
    O juízo de DEUS sobre estas pessoas, é simplesmente entregá-los a eles mesmos, pois como se deleitarão nas suas maldades, serão réus de juízo eterno devido suas concupiscências e atrocidades.
    Arrependam-se dos seus maus caminhos, pois ainda há tempo de vocês obterem perdão, e uma nova vida de baixo da presença DO SENHOR JESUS!

    Por Cezar S D S Scholze

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença