Da EFE

Jerusalém - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, autorizou a Autoridade Nacional Palestina (ANP) a construir sua primeira usina elétrica na Cisjordânia em uma tentativa de atenuar a escassez e os altos custos.

A autorização foi tramitada pelo Fundo de Investimento Palestino e será edificada em um prazo de quatro anos no distrito de Jenin, no norte do território ocupado da Cisjordânia.

A nova usina, que será a primeira que os palestinos têm na Cisjordânia - a única existente agora está em Gaza, sob controle do Hamas - fornecerá 450 megawatts e sua construção será licitada após superar os obstáculos financeiros e burocráticos.

Até agora os palestinos da Cisjordânia recebem cerca de 85% de sua eletricidade de Israel e o resto da Jordânia, mas a capacidade de produção israelense tocou seu teto e o consumo palestino cresce constantemente.

A usina fornecerá eletricidade ao norte da Cisjordânia e a cota restante será transferida ao sul pelas infraestruturas da Companhia Elétrica israelense.

O projeto economizará aos cofres palestinos cerca de US$ 40 milhões anuais, dado que os custos de produção serão mais baratos que os israelenses, e além disso proporcionará emprego direto e indireto a mil palestinos.

O projeto preliminar estabelece que a usina estará conectada diretamente ao fornecimento de gás natural da jazida israelense Leviatã, em águas do Mediterrâneo e ainda por explorar.

Caso não seja possível, poderá ser também alimentada com diesel.

Segundo a fonte, a ANP está interessada também na criação de outra usina no sul da Cisjordânia, embora se trataria nesse caso de um projeto menor e que ainda não conta com aprovação israelense.

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.