sexta-feira, 8 de abril de 2016

Israel começa a construir muro de separação em setor cristão


Israel começou a construir um muro de separação na Cisjordânia ocupada em um setor onde o projeto provocou feroz resistência por parte da comunidade cristã palestina local, constatou m fotógrafo da AFP nesta quinta-feira.

Depois de meses de trabalhos preparatórios, várias gruas começaram a colocar nesta quinta blocos de concreto de oito metros de altura no setor de maioria cristã de Beit Jala e Cremisan, perto da cidade de Belém.

Nicola Khamis, prefeito de Beit Jala, condenou o que considera como uma apropriação de terras por Israel. "Essas terras pertencem a nossas famílias, nossos filhos", disse ele por telefone à AFP perto do local onde começou a construção do muro.

Criticada pelos palestinos, a construção do muro enfrenta forte resistência em Beit Jala. A comunidade cristã conseguiu mobilizar o Papa em seu favor, que se manifestou a este respeito várias vezes e recorreu à justiça israelense.

A construção do muro no setor é "consistente com a política de apartheid do governo israelense na Cisjordânia", considerou Xavier Abou Eid, porta-voz da Organização de Libertação da Palestina.

Israel começou em 2002, durante a Intifada, a construir essa barreira contra ataques a partir da Cisjordânia. Depois de concluído, o muro chegará a cerca de 700 km.

O Tribunal Internacional de Justiça decidiu em 2004 que a construção do muro é ilegal e exigiu sua destruição, assim como a Assembleia Geral das Nações Unidas.

Fonte: AFP
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.