O exército israelense inocentou um coronel que matou pelas costas um adolescente palestino que fugiu depois de atirar pedras contra seu veículo na Cisjordânia.

O promotor militar considerou que o coronel Israel Shomer não matou de forma deliberada Mohamed Kasbeh, de 17 anos, em 3 de julho de 2015 em Al-Ram, informou o exército em um comunicado.

Logo depois do ato, o exército alegou o "perigo iminente" que o jovem representava.

No incidente, o coronel Shomer e outro soldado desceram do veículo blindado depois das pedradas contra o carro e ordenaram que o jovem parasse. Primeiro deram tiros de advertência para o alto e depois atiraram contra o palestino porque ele continuava jogando pedras, explicou o exército na ocasião.

A versão foi questionada após a divulgação das imagens das câmeras de segurança do posto de gasolina diante do qual Mohammed Kasbeh morreu.

As imagens não registram o momento fatal, e sim os instantes anteriores. De acordo com a B'Tselem, ONG israelense que documenta as violações dos direitos humanos nos territórios ocupados e divulgou as imagens, estas mostram que o adolescente estava fugindo e no momento de sua morte não representava mais nenhuma ameaça.

O jovem morreu depois de receber dois tiros nas costas e um na cabeça, de acordo com a B'Tselem.

O exército abriu uma investigação, mas a agora o promotor decidiu encerrá-la, por considerar que o coronel primeiro atirou para o alto e depois nas pernas do adolescente, sem a intenção de matar o palestino.

"A decisão é mais um exemplo da impunidade persistente do exército israelense e de seu desprezo pela vida dos palestinos", criticou em um comunicado Sarah Leah Whitson, diretora regional da Human Rights Watch.

Para a B'Tselem, a conclusão do caso era previsível pelo apoio que o coronel recebeu de imediato de vários ministros, comandantes militares e da opinião pública israelense.

Fonte: AFP

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.