Secretaria de Saúde do Estado venezuelano de Miranda apresentou nesta quarta-feira, 6, um relatório no qual vincula o aumento de doenças como sarna, diarreia, malária e disenteria à escassez de produtos de higiene pessoal no país e à deterioração dos serviços de fornecimento de água provocado pelas poucas chuvas causadas pelo El Niño. O Estado é governado por Henrique Capriles, um dos principais líderes da coalizão opositora Mesa de Unidade Democrática e os dados são contestados pelo governo de Nicolás Maduro.

"O pouco acesso a água de qualidade tem aumentado a incidência de diarreia. Há menos água para limpar alimentos e higiene pessoal", diz o relatório. "Além disso, como as pessoas são obrigadas a armazenar água, aumenta o risco de surgir criadouros do Aedes aegypti."

Surgem ainda doenças de pele, como a sarna. No primeiro trimestre do ano passado, foram 878 casos. Neste ano, o número subiu para 1392, um aumento de 58,5%.

Fonte: Istoé
Marcadores: ,

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.