O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    05 abril 2016

    Chuvas matam pelo menos 75 pessoas no Paquistão


    As piores inundações da história do Paquistão ocorreram em 2010, após chuvas intensas que mataram duas mil pessoas e deixaram mais de 20 milhões de desabrigados

    DA AGÊNCIA BRASIL

    O número de mortos no Paquistão por causa das chuvas dos últimos dias subiu para 75 e as autoridades continuam os trabalhos de resgate de 23 pessoas soterradas na província de Khyber Pakhtunkhwa, no noroeste do país. “Equipes de resgate chegaram nesta terça-feira (5) à área de Atror, onde, na segunda-feira, oito casas ficaram soterradas num deslizamento de terra e 23 pessoas continuam retidas”, disse à agência EFE o porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres da província de Khyber Pakhtunkhwa, Latif ur Rehman.

    "Recuperamos sete cadáveres e temos poucas esperanças de encontrar pessoas com vida", explicou Rehman. Em Khyber Pakhtunkhwa, a zona mais afetada pelo mau tempo, 54 pessoas morreram devido ao deslizamento de terra sobre casas.

    Na vizinha região de Gilgit Baltistan morreram 12 pessoas e, na Cachemira paquistanesa, pelo menos oito pessoas perderam a vida durante o fim de semana. As chuvas também afetaram o Afeganistão, onde foram contabilizados pelo menos 13 mortos.

    As piores inundações da história do Paquistão ocorreram em 2010, após chuvas intensas que mataram duas mil pessoas e deixaram mais de 20 milhões de desabrigados.

    Fonte: O tempo

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença