quinta-feira, 14 de abril de 2016

Abin alerta para possível ameaça terrorista contra o Brasil


Em sua conta no Twitter, membro do Estado Islâmico disse que o Brasil seria o próximo alvo do grupo jihadistas

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) identificou uma mensagem postada no Twitter, em novembro do ano passado, por Maxime Hauchard, 22, na qual afirmava que o Brasil seria o próximo alvo do gropo extremista Estado Islâmico.

A mensagem dizia, em francês, ‘Brasil, vocês são nosso próximo alvo. Podemos atacar esse país de merda' e a Abin afirmou, nesta quarta-feira (13), que Hauchard realemente pertence ao EI.

A mensagem foi postada uma semana após o atentado que deixaram 129 mortos e dezenas de feridos em Paris. A conta na rede social do terrorista já foi suspensa. “Monitoramos e percebemos que o perfil realmente era do Maxime, um dos líderes do Estado Islâmico. A partir do momento da postagem houve uma maior intensidade nos discursos de agressividade dos autoproclamados seguidores desse grupo terrorista no Brasil”, afirmou o diretor de Contraterrorismo da agência, Luiz Alberto Sallaberry, na Feira Internacional de Segurança que está sendo realizada no Rio.

Sallaberry alertou ainda que no Brasil há um crescente nível de pessoas que dizem ter feito o juramento ao califado do Estado Islâmico. “Quando uma pessoa faz o juramento ao califado e se torna autoproclamado ela está disposta a cometer qualquer atentado violento em nome do grupo. A ordem não precisa ser presencial, pode ser via internet”, completou.

Fonte: O tempo
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.