O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    01 março 2016

    Quer que Deus escute suas orações e perdoe seus pecados? PERDOE seu semelhante!



    Muitas vezes o que falta na nossa vida para melhorar o presente é arrumar o passado.

    Rancor não vem de Deus e é usado pelo mal para nos derrotar, nos adoecer e nos aprisionar.

    Vejam alguns textos bíblicos que demonstram a importância do perdão:

    1 - Perdão impede que certos males nos atinja:

    "E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; PARA QUE NÃO SEJAMOS VENCIDOS POR SATANÁS; Porque não ignoramos os seus ardís."
    2 Cor 2:10

    Veja que Paulo deixa explícito que mágoa e rancor são ferramentas usadas contra nós para nos prejudicar, e que o perdão IMPEDE que certos males nos atinja.

    2 - Nem a nossa ADORAÇÃO sobe à Deus se tivermos rancor e mágoa contra alguém em nosso coração, veja o que Jesus explica:

    "Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti,
    Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão; e depois vem e apresenta a tua oferta."  (Mateus 5:23-24)

    3 - O perdão de Deus para conosco está diretamente relacionado ao nosso perdão para com nossos semelhantes:

    "Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis.
    E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.
    Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas." (Marcos 11:24-26)

    Ou seja, o perdão dos NOSSOS PECADOS depende também se liberamos perdão ou não ao nosso próximo.

    4 - Jesus, na oração do "Pai Nosso", reforça que nosso Pai perdoa nossas ofensas (pecados) de forma proporcional ao nosso perdão para com nossos semelhantes:

    "E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
    E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.
    Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;
    Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas." (Mateus 6:12-15)


    Portanto...

    Não guarde mágoa, não alimente rancor e não guarde ressentimentos, pois você não estará "punindo" alguém, e sim atraindo tristeza, doenças e uma série de outros males para sua vida, mas principalmente: se afastando da vontade de Deus.

    Paz

    Por Leonardo Souza

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença