segunda-feira, 7 de março de 2016

Pyongyang ameaça EUA e Coreia do Sul com 'ataque nuclear preventivo'; Rússia reage


A Coreia do Norte declarou nesta segunda-feira (7) que suas forças nucleares estão preparadas para realizar um “ataque preventivo” contra a parte continental dos EUA e a Coreia do Sul se a medida for necessária para a segurança do país, informou a agência de notícias KCNA, citada pela AFP.
"O ataque nuclear preventivo de justiça será realizado de acordo com a declaração do chefe do Exército Popular da Coreia", diz um comunicado da pasta de Defesa norte-coreana citado pela Agência Central de Notícias Coreana (KCNA, na sigla em inglês).
A ameaça reflete a reação de Pyongyang ao anúncio feito anteriormente pelas autoridades sul-coreanas a respeito dos exercícios militares conjuntos com os EUA, os quais têm importância histórica devido à sua magnitude. As manobras, que começam nesta segunda-feira e se prolongam até o dia 18 de março, envolverão cerca de 300.000 soldados sul-coreanos e 17 mil militares dos EUA.

Os exercícios foram anunciados na sequência de uma série de ações provocativas da Coreia do Norte, como a realização de um teste nuclear e o lançamento de um míssil balístico, após o Conselho de Segurança da ONU ter aprovado uma nova lista de severas sanções contra o país.

Pyongyang ignorou a resolução do Conselho de Segurança e manifestou na sexta-feira (4) a intenção de continuar o desenvolvimento de seu programa nuclear.

Fontes militares de Seul citadas pela agência de notícias Yonhap informaram que os exercícios conjuntos dos EUA e da Coreia do Sul também contêm um plano de ataques precisos contra altos cargos políticos e militares de Pyongyang.

Trata-se do plano operacional 5015, que também detalha como Seul e seus aliados podem detectar, interromper e destruir o arsenal nuclear da Coreia do Norte em caso de guerra na península.

Em 3 de março, o líder norte-coreano Kim Jong-un ordenou por decreto que as forças nucleares do país fossem preparadas para realizar um ataque a qualquer momento em caso de necessidade.

Os mísseis norte-coreanos têm um alcance de até 10.000 quilômetros e podem chegar à maioria dos países da Europa, da Ásia e da América do Norte. O único continente que parece estar a salvo dos mísseis norte-coreanos, que são capazes de portar ogivas nucleares, é a América do Sul.

Após a declaração de Pyongyang nesta segunda-feira, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse considerar "categoricamente inadmissíveis" as ameaças norte-coreanas contra Washington e Seul.

Fonte: Sputniknews
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.