O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    16 março 2016

    Divulgação de gravações de Lula e Dilma inflamam o patriotismo no Brasil


    Grampos da Polícia Federal, feitos com autorização do juiz federal Sergio Moro, indicam que a presidente Dilma Rousseff agiu para evitar a prisão do ex-presidente Lula pela Lava Jato, nomeando-o Ministro da Casa Civil. 

    O juiz Moro incluiu hoje no inquérito que investiga o ex-presidente um áudio em que Dilma telefona para Lula - o número discado é de um assessor do ex-presidente, usado frequentemente por ele e o único grampeado, segundo os autos - e explica que encaminhará a ele um "termo de posse", a ser usado "em caso de necessidade". 

    O cargo de ministro concede ao seu ocupante foro privilegiado, no Supremo Tribunal Federal (STF). 
    O diálogo foi gravado hoje às 13h32.

    Pouco mais tarde, por volta das 16h, Dilma Rousseff concedeu entrevista coletiva em que negou enfaticamente que a nomeação de Lula tivesse por objetivo garantir-lhe o foro no STF e tirar seu caso da alçada de Moro. Dilma afirmou que a transferência do processo de Lula para o Supremo não lhe traria qualquer proteção especial e qualquer ideia em contrario seria mera intriga das "oposições", incomodadas com a ideia de que o retorno do ex-presidente ao Palácio do Planalto fortaleceria o seu governo.

    "Então, por trás dessa afirmação de que seria se esconder, estaria uma desconfiança da Suprema Corte do país? É isso que as oposições querem colocar? A única diferença que existe em ser investigado na primeira instância ou na última é quem é a corte que manda investigar. Prerrogativa de foro não é impedir a investigação, é fazê-la em determinada instância e não em outra", afirmou Dilma.

    Dilma - mais uma vez deixando de lado o figurino de presidente para assumir o de juíza - prosseguiu dizendo que toda a investigação em torno de Lula era "muito estranha", uma vez que ele já havia negado ser proprietário do tríplex no Guarujá e do sítio em Atibaia, e que essas suas explicações deveriam ser consideradas "suficientes".

    A divulgação do áudio desmente o seu discurso.
    Confira a seguir a transcrição da conversa:


    DILMA: Alô.
    LILS: Alô.
    DILMA: LULA, deixa eu te falar uma coisa.
    LILS: Fala querida. "Ahn"
    DILMA: Seguinte, eu tô mandando o "BESSIAS" junto com o PAPEL pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o TERMO DE POSSE, tá?!
    LILS: "Uhum". Tá bom, tá bom.
    DILMA: Só isso, você espera aí que ele tá indo aí.
    LILS: Tá bom, eu tô aqui, eu fico aguardando.
    DILMA: Tá?!
    LILS: Tá bom.
    DILMA: Tchau
    LILS: Tchau, querida

    Opinião:

    Estamos assistindo à uma verdadeira pornografia explícita diante dos nossos olhos, sem nenhum pudor, sem nenhuma vergonha.

    O lado positivo é que isso serviu para despertar o patriotismo no povo brasileiro.
    O Povo fez a maior manifestação da história do Brasil no Domingo, e hoje de noite tomaram as principais cidades do país novamente para protestar contra a nomeação do Lula e pedir o Impeachment de Dilma. 


    Chegamos a um ponto que não tem mais volta, somos 160 milhões de brasileiros e não podemos perder nem ficar omissos nessa hora.

    Por Leonardo Souza

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença