O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    08 março 2016

    Conclusões precipitadas podem te condenar para SEMPRE


    Se você olhar um avião voando ao longe lá no céu... vai parecer um pontinho pequeno e até insignificante na imensidão que é o céu. Mal vai conseguir ouvir um ruído ao longe, e não será possível ver nenhum detalhe do avião.

    Resultado: você teria uma visão superficial e por isso teria apenas opiniões superficiais e imprecisas a respeito.

    Mas se for no aeroporto ou no hangar e ver bem de perto um Boeing, certamente iria ficar impressionado com o seu tamanho. Iria poder verificar dados técnicos do motor como diâmetro, cilindrada e torque. Quando visse os detalhes da fuselagem, cabine e painel, e procurasse entender a tecnologia embarcada e toda a capacidade da sua programação, passaria a ter uma opinião diferente pois teria informações mais precisas e detalhadas sobre o Boeing. 


    Quando visse bem de perto ele manobrando com motor ligado... e acelerando com toda a potência para uma decolagem, certamente ficaria impressionado com o tamanho, com a grande potência do motor e o barulho do seu funcionamento.

    Se depois disso alguém chegasse pra você, apontasse um avião no céu e tentasse te convencer que um Boeing é um aviãozinho qualquer e não é tudo isso que falam por ae.... não lhe faltariam argumentos para debater a respeito.

    NINGUÉM TE CONVENCERIA DO CONTRÁRIO, POIS VOCÊ AGORA CONHECEU DE PERTO O QUE É UM BOEING!!

    O mesmo ocorre com Deus.

    Quem está LONGE de DEUS tem a tendência de minimizar e limitar o poder e a grandeza de Deus.

    Quem está afastado não consegue dimensionar corretamente seu PODER, perceber os detalhes da sua obra, seus cuidados para conosco, nem muito menos consegue ouvir e identificar sua voz.
    Quem está distante de Deus tende a debochar e a ridicularizar o criador dos céus e da terra, simplesmente por desconhecer maiores informações a seu respeito, ou por tirar conclusões precipitadas a partir de outras conclusões (também precipitadas) de outras pessoas.


    Quanto mais PERTO estamos de Deus, mais conseguimos perceber quão grande é o nosso Deus e a sua misericórdia para conosco. Conseguimos ouvir mais claramente Sua voz, e passamos a compreender melhor o Seu querer para as nossas vidas, bem como sentir seu infinito amor.
    Conhecendo a Palavra de DEUS, compreendemos e contemplamos com maior admiração as obras da criação, compreendemos melhor a grandeza de Deus e passamos a ter adoração e temor pelo seu PODER.

    Veja a forma que o profeta Isaías descreve nosso Deus:

    "Quem mediu na concha da sua mão as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças?
    Quem guiou o Espírito do Senhor, ou como seu conselheiro o ensinou?

    Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que ele levanta as ilhas como a uma coisa pequeníssima.

    Todas as nações são como nada perante ele;
    A quem, pois, fareis semelhante a Deus, ou com que o comparareis?
    Porventura não sabeis? Porventura não ouvis, ou desde o princípio não se vos notificou, ou não atentastes para os fundamentos da terra?

    Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra (notem que o profeta já havia descrito a terra como sendo redonda, muito antes de comprovarem isso em meados de 1400 DC), cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;

    O que reduz a NADA os príncipes, e torna em coisa vã os juízes da terra.
    A quem, pois, me fareis semelhante, para que eu lhe seja igual? diz o Santo.

    Levantai ao alto os vossos olhos, E VEDE QUEM CRIOU ESTAS COISAS; foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ELE as chama a todas pelos seus nomes; por causa da grandeza das suas forças, e porquanto é forte em poder, nenhuma delas faltará.

    Por que dizes: O meu caminho está encoberto ao Senhor, e o meu juízo passa despercebido ao meu Deus? Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? É inescrutável o seu entendimento.

    Dá força ao cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.
    Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os moços certamente cairão;
    Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças e subirão com asas como águias."
    Isaías 40:12 em diante

    Conclusão:

    Sua alma é eterna... céu e inferno também.
    Não tenha opiniões definitivas e não estabeleça pré-conceitos sobre o que você não conhece e não experimentou.

    Acreditando nisso ou não, certas atitudes e decisões podem te manter afastados de Deus.


    Deus ama você e quer mudar a sua vida. 
    Se você está lendo esse texto, é sinal de que Deus está te dando mais uma oportunidade para que se arrependa dos seus pecados e reconheça que precisa de um Salvador.

    Se achegue a Deus, peça entendimento da Sua Palavra... faça uma oração: entregue seus problemas, seus pecados e seus caminhos para o Pai - pois a Sua palavra diz que ele não lança fora quem o busca com sinceridade.

    Fiquem na paz do Senhor.

    Por Leonardo Souza

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença