O Seu portal conservador de notícias, Evangelismo e Informação em defesa da fé Cristã

  • Últimas Notícias

    03 março 2016

    Ciclone intensifica chuva e vento entre o PR, RS, SC e SP


    Ciclone intensifica chuva e vento entre o PR, RS, SC e SP

    O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu aviso meteorológico válido para esta quinta-feira (03) para a possibilidade de acumulados significativos de precipitação e rajadas de vento em parte do Sul do Brasil e também de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

    O mecanismo responsável por tal instabilidade é a formação de um ciclone próximo à costa catarinense e que nas últimas horas intensificou, e muito, a chuva em municípios do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

    Várias ocorrências já foram registradas, principalmente de alagamentos e ameaças de deslizamentos entre a Grande Porto Alegre e o centro-leste gaúcho e em vários pontos do meio-oeste, leste, planalto sul, oeste e Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

    A imagem do Geostationary Operational Environmental Satellite (GOES) do início da manhã definou bem a área de baixa pressão e seu eixo de circulação ciclônica avançando pelo leste catarinense e intensificando novos núcleos sobre o leste e parte do centro-sul do Paraná.

    A imagem integrada dos radares meteorológicos operados pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) da Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica (Redemet) indicou elevadas taxas de refletividade sobre o Atlântico e mais rente à costa catarinense, onde as chuvas mais fortes eram observadas.


    Já os sensores de detecção de descargas atmosféricas mostraram grande acúmulo de raios entre o centro-leste paranaense, já se aproximando da Região Metropolitana de Curitiba e o nordeste catarinense, região do Vale do Itapocu. Novas trovoadas estourando foram observadas também na região de Telêmaco Borba, em solo paranaense.


    A rede de estações meteorológicas automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) contabilizou nas últimas 24 horas, elevados volumes de chuva em vários municípios, com destaque para acumulados até às 10 horas (Brasília) de 95 milímetros em Camaquã, no Rio Grande do Sul, 96 mm em Bom Jardim da Serra e 95,2 mm em São José, ambos em Santa Catarina.


    Já o sistema de monitoramento do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) mostrou volumes bem mais elevados de precipitação, com acumulado superior a 100 mm nas regiões catarinenses de Concórdia, Navegantes, Penha, Porto Belo e Seara.


    O modelo GFS indicou em sua última atualização, a formação da área de baixa rente ao litoral brasileiro e com tendência de deslocamento até o sul da África, com estágio inicial de um ciclone de natural extratropical podendo se converter em subtropical, mas já afastado da costa brasileira.



    O modelo COSMO, rodado pelo Inmet, previu muito bem a taxa de precipitação entre o nordeste gaúcho e o leste catarinense, com valores de até 150 mm.

    O mesmo modelo, também previu chuvas mais volumosas para municípios do centro-leste, norte e sudoeste de São Paulo, além de parte do Triângulo Mineiro, até o final da noite desta quinta-feira.

    (Crédito das imagens: Reprodução/Cemaden/Decea/Redemet/Inmet/NCEP/Starnet/USP/Weather Underground)

    (Fonte da informação: De Olho No Tempo Meteorologia)

    Sobre

    Exclusivamente voltado para matérias informativas em questões apologéticas, notícias e estudos bíblicos, este site tem o objetivo de servir como ferramenta de evangelização bem como alerta e preparo à igreja cristã sobre os últimos eventos que antecedem a Volta Gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Termos de Uso

    Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Site "O Correio de Deus". Não é permitido a alteração do conteúdo original sem a devida notificação de alteração em cópia extraída deste site e muito menos a utilização para fins comerciais.
    Licença Creative Commons
    Este trabalho está licenciado com uma Licença