quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Tribulações: Vejam um pouco de como é a vida cristã no Paquistão muçulmano


O Departamento de Estado dos EUA lista apenas nove nações como "países de preocupação específica" - uma designação para essas nações consideradas as piores violadoras da liberdade ao culto religioso. Incluem governos que "praticam ou toleram" violações sistemáticas, contínuas e indizíveis da liberdade religiosa.... entre eles estão Egito, Iraque, Paquistão, Síria e Tajiquistão.

Para entender por que o Paquistão foi destaque nesse ano de 2015, considere alguns fatos ocorridos e noticiados apenas no mês de Outubro:

Em 23 de outubro, uma mulher cristã surda e casada foi estuprada depois que três homens muçulmanos invadiram sua casa enquanto o marido estava trabalhando. Apesar de seus gritos, ninguém foi ajudá-la. Embora um homem tenha sido preso, os ativistas de direitos humanos dizem que ele acabará por ser libertado. De acordo com o ativista paquistanês Sardar Mushtaq Gill, "Muitas vezes, nestes casos, a polícia não toma nenhuma ação ou pior, se posiciona em favor dos estupradores. As famílias cristãs ou testemunhas dos fatos são pressionados a retirar as queixas."

Em 15 de outubro, oito dias antes da mulher surda ter sido estuprada, dois muçulmanos que foram acusados de estuprar duas irmãs cristãs adolescentes à mão armada, foram absolvidos no tribunal. Além da testemunha-chave ter mudado sua declaração depois de receber um suborno, de acordo com o pai das meninas "o advogado não defendeu a causa com o compromisso necessário, chegando a ficar ausente das audiências do caso durante o processo.

Em 23 de outubro, Sonia Bibi, uma mulher cristã de 20 anos de idade, foi incendiada quase até a morte depois de se recusar a casar com um ex-namorado muçulmano. De acordo com o testemunho da mulher, quando ela recusou sua proposta, Ahmed Latif jogou gasolina e depois colocou fogo na sua saia. Ela teve mais da metade do corpo queimado.

Em 5 de outubro, Saddique Azam, um professor cristão que foi nomeado diretor em uma escola primária foi espancado e torturado por um grupo de três professores muçulmanos, pois se Recusavam a estar sob a autoridade de um "infiel". Os muçulmanos invadiram o escritório de Azam e ordenaram que se demitisse. Após ter se recusado, Foi brutalmente espancado e precisou ser hospitalizado.

Um relatório de 19 de Outubro relata que uma família cristã - pai, mãe e duas filhas - vivem se escondendo desde 2006. 

O "crime":
A mulher, ex-muçulmana, se converteu ao cristianismo e se casou com um homem cristão. Isso resultou em severas ameaças e ataques de muçulmanos, incluindo membros da sua própria família: "desempregados e desesperados, eles são incapazes de suprir suas próprias necessidades, bem como continuam sendo ameaçados, perseguidos e atacados desde que decidiram viver uma vida cristã e criar seus filhos em acordo com os ensinamentos de Cristo ", observa o relatório. Devido às experiências estressantes e condições insalubres que eles são forçados a viver, a mulher abortou seu terceiro filho. O pai foi baleado na perna e atropelado por uma motocicleta. Mesmo assim, "As tentativas de abrir um processo criminal contra seus agressores esbarram na inoperância da polícia."


De acordo com o ativista de direitos Gill - que está envolvido com muitos dos casos acima mencionados - "A violência contra mulheres e crianças de minorias religiosas, os fracos e vulneráveis, é generalizada no Paquistão e muitas vezes resulta em medo e silêncio. Esses casos e as histórias não vêm à luz... e quando as vítimas tomam coragem para falar a respeito, são brutalmente intimidados."

Opinião

Esses fatos citados acima ocorridos apenas durante o mês de Outubro são uma pequena amostra do tipo de perseguição e violência que os cristãos - que supostamente representam cerca de 1% da população de maioria muçulmana do Paquistão - rotineiramente vivenciam como preço pelo seu amor à Cristo.

Alguém aqui sofre algo parecido com isso por amor a Cristo?
Ou qualquer coisa ruim que acontece reclamamos com Deus?
Ou na primeira adversidade nos desviamos do caminho que conduz à Cristo?

É para refletirmos se realmente temos demonstrado amor pela Palavra e pelo Reino de Deus... obedecendo e pagando o preço de sermos sal da terra e luz do mundo.

Nessas horas temos que nos apegar com Deus e à Sua Palavra:

"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor."
Romanos 8:35-39

Paz

Por Leonardo Souza







Leonardo Souza
Leonardo Souza

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.