O grupo Estado Islâmico (EI) publicou nesta quinta-feira um vídeo que mostra seis crianças-soldado executando membros das forças de segurança sírias feitos reféns pela organização extremista.

Chamado "Às crianças judias", o vídeo mostra dezenas de meninos, de cerca de 10 anos de idade, estudando textos religiosos e indo para o combate corpo a corpo.

Seis deles são escolhidos pelo instrutor para "enviar uma mensagem" aos opositores do EI, matando membros das forças de segurança sírias prisioneiros do grupo que desde 2013 ocupa a Síria, país devastado pela guerra.

Cada um dos meninos é mostrado depois correndo através de uma fortaleza em ruínas, com uma trilha sonora dramática, até encontrar um prisioneiro. Cada prisioneiro diz seu nome, sua data de nascimento e explica seu papel nas forças de segurança do regime.

O vídeo, que segundo o grupo foi filmado no leste da província síria de Deir Ezzor (leste), mostra as crianças executando os seis cativos; cinco são mortos por tiros e um é enforcado.

Um programa chamado "jovens leões do Califado" pelo EI mostra um treinamento militar e religioso intensivo às crianças nas diferentes regiões controladas pelo grupo extremista na Síria.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), o EI recrutou mais de 1.100 crianças desde o início do ano, e mais de 50 foram mortas.

"O que é chocante é que o grupo não esconde, publiciza", declarou à AFP Nadim Houry, vice-presidente da Human Rights Watch (HRW) para o Oriente Médio e Norte da África.

"O recurso às crianças-soldado fazem par
te de um esforço de doutrinação muito maior...O EI não para de dizer que eles são a nova geração", afirmou.

Responsável por atrocidades e acusado de crimes contra a Humanidade, o EI divulgou múltiplos vídeos de execuções por métodos bárbaros desde que assumiu o controle de grandes áreas do território da Síria e do Iraque, sobre os quais ele proclamou um "califado". Tais vídeos tornaram-se sua principal arma de propaganda.

Fonte: AFP
Marcadores: ,

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.